Eunício revela não ter acordo eleitoral com Camilo e FGs, mas defesa dos cearenses

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, foi homenageado na noite de sexta-feira (15), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) com o Troféu Jangadeiro, a maior láurea magna dos administradores cearenses.

Após o evento, Eunício concedeu uma entrevista exclusiva ao portal Ceará News 7 onde disparou: “não há aliança eleitoral fechada com o governador Camilo Santana ou Cid Gomes. Eu estou apenas defendendo os interesses do povo do meu Estado e usando meu prestígio para reduzir as desigualdades sociais e promover o desenvolvimento de nossa gente”.

E foi além: “não existe única chance de votar nesse Senhor – referindo-se a Ciro Gomes – em 2018″, confirmando que a relação entre eles é de rompimento, sem retorno, e não apenas político mas também pessoal. O conflito deles será resolvido no Poder Judiciário, onde Ciro já perdeu seis ações para Eunício. Com a crescente onda de que fará dobradinha com Cid Gomes numa chapa ao Senado e apoiará a reeleição do governador Camilo Santana, o senador Eunício Oliveira foi categórico: tenho usado meu prestígio para destravar as demandas do Ceará em Brasília.

“Quando libero R$400 milhões para a saúde, estou cumprindo meu dever como senador e honrando meu mandado.” Ainda repetiu um trecho de seu discurso na CDL: ” toda vez que o governador Camilo precisar de mim para ajudar minha gente e dar crédito ao meu trabalho, estarei ao seu lado, colaborando pois esse é o meu papel”.

Fonte: Ceará News 7
Compartilhar no G+