Aplicativo 190 tem mais de 10,8 mil downloads na primeira semana

Lançado há uma semana pelo Governo do Ceará, o aplicativo 190 tem sido bem recebido pelos usuários de smartphones em Fortaleza. Mais de 10,8 mil pessoas já efetuaram o download da nova ferramenta dentro do intervalo de sete dias. Projeto que partiu do Pacto por um Ceará Pacífico, o APP 190 possibilita o registro virtual de ocorrências de roubo e lesão através do celular. Para acessar ao serviço, basta ter um aparelho móvel com os sistemas operacionais Android (fazer o download em Google Play) ou IOS (App Store), com tecnologias 3G, Wi-Fi e GPS, além de aceitar as políticas de privacidade e de segurança da informação.

O aplicativo foi desenvolvido pelo Gabinete da Vice-Governadoria, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), com o objetivo de melhorar a agilidade na resposta dos serviços de socorro da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), diminuir o número de trotes e reforçar o combate à criminalidade no Estado.

Segundo o líder de Tecnologia da Informação (TI) da Vice-Governadoria, Catulo Hansen, responsável pelo desenvolvimento do programa, a avaliação da semana inicial do APP 190 é positiva por mostrar o interesse da população na opção de dispor da ferramenta colaborativa.

“Na primeira semana a gente já alcançou um número significativo de downloads, com mais de 10.800, somando as plataformas Android e IOS. E temos contado com muitos retornos dos usuários, repletos de sugestões da população. São diversas mensagens parabenizando pelo sucesso do aplicativo pelas plataformas virtuais”, revelou Hansen.

O gestor de TI afirmou, ainda, que o trabalho para o aprimoramento das funções do aplicativo deve ter esse retorno do público como aliado para identificar as principais necessidades do usuário. “Graças às avaliações e críticas, a gente já implantou uma série de melhorias desde o lançamento. Temos tido o cuidado de responder. Queremos fazer que o aplicativo continue evoluindo e atendendo as necessidades dos cearenses”.

Ocorrências

Com apenas uma semana de funcionamento, até esta quinta-feira (5), o aplicativo permitiu que a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança atendesse mais de 150 ocorrências. Da cerimônia de lançamento do APP 190 até o primeiro fim de semana da ferramenta no ar, foram registradas 112 ocorrências feitas de forma virtual.

Coordenador da Ciops, o coronel Aristóteles Coelho pontua que o aplicativo trouxe mais segurança na recepção de denúncias sobre crimes, inibindo a criação de informações falsas por parte de pessoas anônimas.

“Para a polícia, em primeiro momento, foi de grande importância ter o cadastro dos usuários que utilizam o aplicativo. Ele se tornou uma porta de entrada para diminuir totalmente o trote, pois a pessoa deixa todos os dados que a identifica antes de prestar a ocorrência”, disse o coronel.

As ocorrências que poderão ser registradas via APP 190 são aquelas mais recorrentes em ligações para o número de telefone 190: lesão à bala, à faca e a outros; roubo à pessoa, a veículo, a estabelecimento comercial e à residência; disparo de arma de fogo e incêndio à residência, à vegetação e em prédio comercial.

Primeiros passos e ampliação

Secretário-chefe do Gabinete da vice-governadora do Ceará, Fernando Oliveira ressaltou que o APP 190 surgiu pela busca de novas formas da população contribuir para a Segurança Pública, até chegar a essa ferramenta, focada na entrega de maior rapidez na respota da polícia e na diminuição de incidência de trotes. “Buscamos novas formas para que a população possa contribuir na identificação de delitos e incidentes”.

Com o sucesso dos primeiros dias de funcionamento na Capital, os próximos passos do APP 190, segundo a Vice-Governadoria, serão de expandir o dispositivo para outros municípios do Estado do Ceará.

“As melhorias mais substanciais serão de implantar na Região Metropolitana de Fortaleza, que compreende 19 municípios. Já começamos a desenvolver para alcançar esse avanço. A gente precisava desse primeiro momento, de sentir o retorno do público, antes de expandir. Mas o crescimento é inevitável, isso está sendo estudado e implementado”, destacou Catulo Hansen.

Fonte: Ceará Agora
Compartilhar no G+