Festa de Halloween com dançarinos nus vira caso de polícia no interior do Ceará

Conselheiros tutelares da cidade de Umari, a 400 km de Fortaleza, denunciaram uma festa em que dois dançarinos realizaram performances com nudez na presença de crianças e adolescentes. De acordo com o conselheiro tutelar, Eulógio Neto, a apresentação aconteceu durante uma festa de Halloween no sábado (28), no Centro de Integrado de Idosos, um prédio da prefeitura cedido para fazer o evento. Um vídeo do evento viralizou nas redes sociais. A polícia investiga o caso e duas pessoas foram detidas.

A Polícia Civil de Icó investiga o vídeo da festa e deteve dois organizadores. “Recebemos a denúncia por meio de conselheiros tutelares de Umari. Eles pediram para a polícia local tomar providências. Já que a cidade não tem delegacia, o caso foi encaminhado para Icó, cidade vizinha”, afirmou um policial que conversou com o G1.

Os dois produtores afirmaram, em depoimento para a polícia, que contrataram dois dançarinos da cidade de Cajazeiras, na Paraíba. Duas pessoas estão foragidas.

Além das cenas de nudez perto de crianças e adolescentes, segundo Eulógio, o caso revoltou moradores da cidade pelo fato de a festa acontecer no espaço público cedido pela prefeitura da cidade para fazer festas comunitárias. O conselheiro tutelar afirma também que houve consumo de drogas e bebidas alcoólicas na festa.

O conselheiro disse ainda que um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi feito e o documento será encaminhado para o Ministério Público do Ceará (MP-CE) para que o órgão tome providências.

O G1 entrou em contato por telefone com o gabinete da prefeitura de Umari para se pronunciar sobre o caso. Mas as ligações não foram atendidas.



Fonte: G1
Compartilhar no G+