Torcida deixou Pinto Martins "alvinegro" com a chegada do Ceará

Centenas de torcedores compareceram ontem ao Aeroporto Internacional Pinto Martins para receber os jogadores do Ceará após o triunfo diante do Oeste, que consolida o time no G4 da Série B do Brasileiro.

O saguão do Aeroporto Internacional Pinto Martins se transformou em um salão de festa na recepção calorosa de centenas de torcedores para a equipe do Ceará, no fim da tarde de ontem. O desembarque do elenco alvinegro ocorreu um dia após a vitória diante do Oeste, em Barueri-SP, que fez o Vovô se estabelecer no G4 e ter a melhor campanha como visitante da Série B.

A ansiedade para ver os jogadores pós-triunfo era tanta, que torcedores começaram a chegar ao Aeroporto por volta das 12 horas, mesmo com o desembarque da delegação do Ceará marcado para as 16h42min. Em clima festivo, alguns torcedores aproveitaram para tomar uma cervejinha. Teve quem levasse isopor, gelo e uísque.

Famílias, casais e crianças somavam-se ao mar de gente alvinegra para apoiar o elenco.

Vitória diante do Oeste por 1 a 0 fez do Ceará o melhor visitante da série B

A torcida organizada do Ceará comandava os gritos, orquestrava as palmas e empolgava até os mais tímidos torcedores. “Volta Vozão para a Primeira Divisão” e “Eu acredito” foram algumas das frases entoadas com firmeza pelas centenas de apaixonados pelo clube.

ESPANTO

Quando os jogadores começaram a aparecer no saguão, o empurra-empurra perdeu o controle. Com expressão de espanto, os atletas passavam pela muvuca em êxtase, que tentava falar, tocar ou tirar uma selfie.

Richardson, autor do gol da vitória diante do Oeste e um dos mais celebrados, quase não consegue pegar um táxi.

Felipe Menezes mantinha expressão de preocupação e pedia calma enquanto era cercado por torcedores que queriam uma foto com o jogador.

Rafael Carioca parecia meio “perdido” com a celebração da torcida.

“Primeira vez que vejo isso. Vim do Paraná Clube. Foram quatro anos brigando pelo lado oposto e agora pelo início. Isso é muito bom. Vamos fazer nosso melhor”, disse ele ao O POVO.

Fonte: O Povo
Compartilhar no G+