II Encontro dos Profetas da Chuva dos Inhamuns; experiências apontam boas chuvas

Foi realizado na manhã desta quarta-feira, 20, na cidade de Tauá, no auditório do campus do Instituto Federal de Educação do Ceará o II encontro de Profetas da Chuva da Região dos Inhamuns.

Os ‘profetas’ estão animados com os sinais da natureza e esperam chuvas em 2018 mais intensas que neste ano. Além de um bom inverno, esperam que açudes recebam água.

O evento tem por objetivo a valorização da cultura nordestina, das experiências do agricultores que herdaram de seus antepassados o jeito simples de observar a natureza: vento, lua, estrela, plantas. O evento foi promovido pelo IFCE, Centro de Educação, Ciências e Tecnologias da Região dos Inhamuns (Cecitec) da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, com apoio de outras instituições governamentais. Além do relato das experiências, houve apresentações culturais (violeiro, sanfoneiro, poesia) e apresentação de prognósticos oficiais de institutos meteorológicos. O profeta Francisco Arcelino do Rego, 65 anos, mais conhecido por ‘Titico Baia’, de Quixeramobim está confiante: “Vamos ter chuva, não cem por cento, mas vai fazer água”, disse. “Teremos mais água durante a segunda quinzena de janeiro, março e junho, com sol pelo meio”. O agricultor disse que o pior período será a ocorrência de um veranico entre 15 de fevereiro e 15 de março. Outra previsão é de que o mês de abril não será bom.

Fonte: DN
Compartilhar no G+