Bolsonaro e Wal Açaí, uma história cheia de contradições

Walderice Santos da Conceição, de 49 anos, é esposa de Edenilson Garcia.

Segundo moradores da pequena Vila Histórica de Mambucaba, distante 50 quilômetros do centro de Angra dos Reis, Wal e Denilson, como é conhecido o casal, ambos seriam caseiros responsáveis por tomar de conta da casa de veraneio que o presidenciável Jair Bolsonaro tem no local, há mais de 20 anos.

A história está cheia de contradições

Jair Bolsonaro nega que Wal seja uma servidora fantasma de seu gabinete em Brasília, onde está empregada desde 2003, recebendo atualmente salário bruto de R$ 1.351,46.

Os vizinhos e moradores ouvidos pela reportagem da Folha de São Paulo, no pequeno vilarejo de cerca de 1.200 habitantes, disseram não saber que Wal era servidora do gabinete de Bolsonaro e nem que ela era paga com dinheiro da Câmara.

As pessoas no distrito conhecem Wal como sendo uma simples vendedora de açaí, no comércio que leva o seu nome: "Wal Açaí".

Nas redes sociais, Bolsonaro afirmou que o comércio "Wal Açaí" pertence à irmã da servidora Wal, que se chama Luciana.

Olha que curioso...

- Um triplex no Guarujá, registrado em nome da OAS, está sendo atribuído ao ex-presidente Lula.

- Um ponto de venda de açaí em Angra, com o nome de "Wal Açaí", está sendo atribuído a Luciana, irmã de Wal.

Você acredita?
Compartilhar no G+