Manifestantes realizam protesto em Fortaleza contra a reforma da Previdência

Trabalhadores de diversos setores realizaram ato no Centro de Fortaleza para protestar contra a reforma da Previdência, na manhã desta segunda-feira, 19. A manifestação é parte de uma mobilização acertada por forças sindicais e movimentos sociais. Membros de sindicatos, profissionais da construção civil, servidores municipais, taxistas, professores e outras categorias estiveram presentes no ato que se estendeu até a sede da Previdência Social.

Francisco Moura, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros no Ceará afirma que hoje é um dia nacional de luta. "Em todo o Brasil, nas principais cidades do País, vai acontecer esse grande ato. Um dia nacional de luta em defesa da Previdência, em defesa do direito do trabalhador de se aposentar", frisa. De acordo com Moura, o objetivo é barrar "de vez" a reforma, que segundo ele significa um grande retrocesso para a classe trabalhadora.

A presidente do Sindicato dos Técnicos e Auxiliares em Radiologia do Ceará, Ane Meire Ramalho, avalia que a mobilização é um momento importante para a defesa dos direitos dos trabalhadores de todo o País e garantia de aposentadoria.

Os manifestantes fecharam a rua General Sampaio e se encaminharam para um ato em frente à sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na rua Pedro Pereira.

A caminhada também foi marcada por cartazes com críticas à intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, decretada pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira, 16. Grupo de pessoas usaram máscaras representando Temer como um vampiro, semelhante à peça usada no desfile da escola de samba carioca Unidos da Tuiuti.

Fonte: O Povo



Compartilhar no G+