Canindé (CE): Mulher mata o próprio pai de 71 anos e depois simula que foi suicídio

Uma mulher foi presa pela Polícia Civil de Canindé, suspeita de matar o próprio pai, um viúvo de 71 anos. Tudo começou no último dia 02 de janeiro, quando a polícia foi atender uma ocorrência de um suposto suicídio no Distrito de Iguaçu. A cena chamou a atenção dos investigadores da Delegacia Regional de Canindé, pois a vítima estava em uma rede e apenas um punho da rede estava no armador, o outro estava no chão da residência e o pescoço estava fora dos punhos, o que não é normal para quem prática suicídio.

Outro ponto que gerou desconfiança nos investigadores, foi o fato em que o idoso nunca aceitava que os filhos tirassem o dinheiro da sua aposentadoria e pensão, o mesmo sempre ia sozinho e nunca pedia ajuda de ninguém, ocorre que no dia em que a vítima foi encontrada sem vida, a sua filha pegou os cartões e foi até um chegue e pague em Canindé para fazer o primeiro saque, onde ao chegar percebeu que a fila estava enorme e ficaria tarde para retornar ao interior, então a mesma ficou na fila e logo simulou um desmaio, chamando a atenção de todos da fila, inclusive da proprietária que lhe ajudou a levando para dentro do estabelecimento e em seguida realizou o saque que a suspeita tinha indo fazer, bem como conseguiu uma carona para que a mulher pudesse ir ao Banco efetuar outro saque.

Segundo a Polícia Civil, após realizar o último saque, a mesma contratou um taxista para lhe deixar no distrito de Iguaçu, coisa que ela nunca tinha feito e ao chegar viu uma grande aglomeração de pessoas na residência do seu pai e só aí, para que ninguém desconfiasse ela começou a chorar. Ainda de acordo com a polícia, a suspeita em companhia dos outros filhos procurou os documentos do pai e não encontrou. A polícia diz ainda que bem antes de sair para retirar o dinheiro a mulher teria queimado vários pertences do pai, como chapéu e documentos sem o conhecimento do restante da família.

Diante de todas informações levantadas pela equipe de investigação, o delegado regional de Canindé, Daniel Aragão Mota, determinou que fosse instaurado um inquérito para apurar o suposto suicídio. Durante depoimento à polícia, foi mostrado um vídeo onde a suspeita aparece no chegue e pague, ela disse à polícia que aquela mulher nas imagens não seria ela, mas no dia do depoimento da suspeita ela estava com a mesma roupa que aparece no vídeo.

Após ouvir várias pessoas e familiares da localidade, o delegado concluiu que não há dúvidas que a mulher matou o próprio pai por estrangulamento e possivelmente contou com a ajuda de mais alguém. Na manhã desta segunda-feira (26), Policiais Civis de Canindé, juntamente com o delegado Daniel Aragão, estiveram dando cumprimento de mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara da Comarca de Canindé. Francisca Alves da Cruz de 42 anos, foi presa dentro de um ônibus na BR 020 quando seguia para o distrito de Iguaçu.

Fonte: Canindé Online



Compartilhar no G+