Ciro tenta acordo paralelo com governadores do PSB

Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, tem procurado governadores do PSB para negociar alianças locais. Segundo informa a Carta Capital, ele tenta contornar a executiva nacional do partido socialista, que ainda negocia a candidatura do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa.

Ciro conversou com Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal) e Paulo Câmara (Pernambuco). Também com pré-candidatos como Renato Casagrande (Espírito Santo), Márcio Lacerda (Minas Gerais) e Márcio França – vice-governador de São Paulo, que irá assumir o comando do estado em abril e disputar a reeleição.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, confirma a estratégia. “As conversas com o PSB não avançaram [em direção a um apoio nacional a Ciro]”. Estamos conversando muito com os palanques estaduais, mas está tudo em compasso de espera”, diz.

O vice-presidente de Relações Governamentais do PSB, o ex-deputado gaúcho Beto Albuquerque, afirma que Ciro tem ideias “próximas” às defendias pela legenda.

A prioridade do PSB, contudo, é ter candidato próprio com ou sem Joaquim Barbosa. “Hoje temos dez pré-candidatos a governadores. O Ciro é bem vindo num estado, mas atrapalha em outro. As diferenças desses Brasis que têm dentro do Brasil, que são os estados, criam dificuldades [para o PSB adotar o candidato do PSB]”, considera.

Fonte: Blog do Eliomar



Compartilhar no G+