Padre é xingado ao citar Marielle Franco durante missa

Ipanema Dois homens que ofenderam sacerdote foram retirados da igreja; ele mencionou também Martin Luther King, Óscar Romero e Jesus.

O padre Mario de França Miranda, de 81 anos, foi interrompido e xingado por dois homens enquanto celebrava uma missa em uma igreja de Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, 18, após citar a morte da vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL). Os dois foram retirados da igreja, e o sacerdote continuou a celebração. O caso não foi denunciado à Polícia Civil. O padre responsável pela paróquia lamentou o fato de nenhum fiel ter defendido Miranda.

'O Evangelho fala que o grão cai na terra e dá frutos. Então, eu falei que frutos são esses', explicou o padre

O padre de 81 anos, que também é professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-Rio), estava celebrando a missa das 10h30 na Paróquia da Ressurreição, quando, durante a homilia, citou a vereadora assassinada na última quarta-feira, 14, no centro do Rio.

Fonte: Estadão
Compartilhar no G+