Após críticas, Ciro tenta visitar Lula em Curitiba

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes, pediu, juntamente com o presidente e vice-presidente do PDT, Carlos Lupi e André Figueiredo, respectivamente, autorização para poder visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas dependências da Polícia Federal, em Curitiba. Ciro vem sendo alvo de duras críticas por não ter participado dos atos em defesa de Lula até o momento.

No pedido, Ciro, Lupi e Figueiredo se apresentaram como amigos do ex-presidente e afirmam que não oferecem riscos ao funcionamento normal da PF em Curitiba. Eles também destacam o fato de que receber visitas é um direito inalienável do condenado e que o estado tem o dever de promover o respeito à dignidade do ser humano.

Nesta semana, os governadores do Nordeste tentaram visitar o ex-presidente, mas a juíza Carolina Moura Lebbos negou o pleito aos gestores.

Na decisão, ela destacou que "não há fundamento para a flexibilização do regime geral de visitas próprio à carceragem da Polícia Federal" e que Lula não poderia ter privilégios quanto a visitas "a fim de não inviabilizar o adequado funcionamento da repartição pública, também não se justificando novos privilégios em relação aos demais condenados".

Fonte: Brasil 247
Compartilhar no G+