Ipu (CE): Chove 37mm de domingo para segunda-feira (30), véspera de feriado

Às vésperas do feriado do Dia do Trabalhador, Fortaleza amanheceu chuvosa e com trânsito tranquilo nesta segunda-feira (30), que teve ponto facultativo decretado pela Prefeitura de Fortaleza nas repartições de administração pública. Em diversos bairros da Capital, como Parangaba, Joquei Clube Maraponga, Aeroporto, Pici e Dionísio Torres, o tempo seguia 'fechado' nas primeiras horas da manhã, com leves chuvas em alguns locais.

Por conta da suspensão de muitos serviços públicos nesta segunda-feira - os departamentos estaduais também não estão funcionando -, as chuvas desta manhã pouco impactaram no trânsito da Capital, que seguia tranquilo em vias que normalmente registram grande fluxo de veículos, como a Av. Raul Barbosa e Av. Desembargador Moreira. No Pici, o campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) também amanheceu com pouco movimento, já que as aulas só serão retomadas na próxima quarta-feira (2).

Apesar das precipitações registradas em vários bairros da Capital na manhã desta segunda-feira, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontou um volume de apenas 16.8 mm em Fortaleza durante o período analisado. Segundo o órgão, a previsão para hoje é de nebulosidade variável com chuva em todo o Estado ao longo do dia.

Até 40 mm no Interior

No Interior do Estado, a Funceme já registrou chuvas de até 40.2 mm nas últimas 24 horas, como foi o caso do município de Palmácia, no Maciço de Baturité. Em Ipu, na região da Ibiapaba, a Fundação também apontou precipitações significativas no período analisado, com volumes de até 37.0 mm entre este domingo (29) e a manhã desta segunda-feira.

Em um vídeo enviado para a reportagem através da ferramenta VC Repórter, também é possível visualizar fortes precipitações na cidade de Paraipaba, no Litoral Norte.

Ao todo, até o momento, 85 municípios do Estado registraram precipitações nas últimas 24 horas, de acordo com os dados da Funceme. Como os dados são preliminares, este número deve crescer ao longo da manhã, na medida em que novas informações sobre chuvas chegam ao sistema da Fundação.

Fonte: Diário do Nordeste
Compartilhar no G+