Pai fere policial com foice ao tentar impedir prisão de filho no interior do Ceará

Segundo a polícia, o filho havia sido preso por descumprir medida protetiva e ameaçar a ex-companheira. Pai e filho acabaram presos na cadeia pública do Crato.

Um homem foi preso por descumprir medida protetiva e ameaçar a ex-companheira, em Santana do Cariri, e o pai dele, ao tentar impedir a prisão do filho, feriu um policial no destacamento da Polícia Militar com uma foice. Pai e filho acabaram detidos. O caso ocorreu neste fim de semana.

De acordo com a polícia, o pai chegou em frente ao destacamento, com uma roçadeira (foice), ameaçando os agentes de segurança. A patrulha tentou contê-lo, mas o homem lançou o objeto na direção de um soldado, acertando a mão direita do policial. O profissional precisou passar por cirurgia, mas já teve alta e passa bem.

Segundo a Secretaria de Segurança do Ceará, pai e filho foram presos suspeitos de tentativa de homicídio contra o policial militar, e encaminhados para a cadeia pública do Crato.

O filho respondia à Lei Maria da Penha, por violência contra a ex-companheira, e foi procurado pela polícia após denúncia de que estava descumprindo a ordem judicial para manter distância da vítima.

A medida protetiva prevê o afastamento do agressor, distância da família da vítima e proibição de frequentar os mesmos lugares.

Neste mês, uma lei tornou crime descumprir a medida protetiva. Segundo os juristas, a mudança foi necessária, pois as medidas vinham sendo descumpridas com certa frequência, e nem sempre o judiciário entendia como crime de desobediência.

A pena para o descumprimento da medida é de três meses a dois anos. Caso o suspeito seja preso em flagrante, somente o juiz pode decidir sobre a fiança.

Fonte: G1/CE
Compartilhar no G+