Aeroporto de Juazeiro do Norte fica sem combustível, diz Infraero

Aeronave que precisar pousar em Juazeiro do Norte tem que ter combustível para seguir viagem.

O combustível no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, acabou por volta das 12h30 desta sexta-feira (25), segundo informou a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

O terminal não recebe abastecimento de combustível devido à paralisação dos caminhoneiros, que ocorre em todo o Brasil há cinco dias.

Segundo a Infraero qualquer avião que precisar pousar em Juazeiro do Norte tem que ter combustível para seguir viagem por que no município a aeronave não vai mais vai conseguir abastecer.

Greve nas estradas

Os caminhoneiros protestam em todo o Brasil contra a alta do diesel, que subiu de um preço médio de R$ 2,90 em 2017 para cerca de R$ 3,70 em maio deste ano. Conforme caminhoneiro ouvido pelo G1, o custo de uma viagem de caminhão subiu em média R$ 1,4 mil.

Nesta sexta-feira, os protestos ganharam força e fecham também ruas de Fortaleza. "Caçambeiros" e motoristas de transportes de resíduos e reboques também protestaram durante a manhã na Grande Fortaleza contra o valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que incide sobre o combustível.

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas do estado do Ceará (Sindileq-CE), Thiago Gomes, a manifestação iniciou por volta das 9h30 na Avenida Washington Soares, com cerca de 70 veículos. Eles percorreram diversas ruas e avenidas da capital.

Fonte: G1
Compartilhar no G+