Fifa oficializa regras com VAR e mudanças no impedimento

A International Football Association Board (IFAB), órgão da Fifa responsável pelas regras do futebol, anunciou 14 mudanças na regulamentação do esporte. Além de adaptações para o uso da arbitragem de vídeo, o regulamento traz a permissão de equipamentos eletrônicos, e a introdução daquela que pode ser chamada de “regra Suárez”, que coloca mordida como falta direta.

As regras, que já estarão em vigor para a disputa da Copa do Mundo da Rússia, oficializa o uso do VAR e define que qualquer jogador que entrar na área de uso do árbitro de vídeo, na beira do campo, será advertido, levando o cartão vermelho se entrar na cabine em que o árbitro analisa as imagens.

Também foi oficializada a quarta substituição em casos em que as partidas vão para a prorrogação. Além disso, as paradas para hidratação não podem exceder um minuto, e todo tempo usado na parada técnica, bem como na revisão de lances, deve ser acrescido no final do jogo.

A regra do impedimento também teve mudanças. Agora, a análise será quando o pé do jogador que dá o passe encosta na bola - e não mais quando a bola para de encostar no pé dele.

A IFAB também permite, a partir de agora, o uso de equipamentos eletrônicos na área técnica para auxiliar nas questões técnicas e também verificar se as condições físicas são adequadas, através de medidores usados pelos jogadores.

No caso de um jogador sair para ajeitar seu equipamento, seja ele camisa ou meião, e voltar sem autorização da arbitragem, interferindo na partida, será punido com falta ou até mesmo um pênalti, no caso da interferência for dentro da área.

Confira as mudanças

1) Substituições ilimitadas na categoria de base

2) Jogador substituído pode ficar no banco de reservas

3) Quarta substituição durante a disputa de prorrogação

4) Permitido o uso de equipamento eletrônico na área técnica para auxiliar o treinador nas questões táticas da partida e aumentar a segurança dos jogadores, ou seja, verificar se as condições físicas estão adequadas a partir de medidores usados pelos atletas

5) Se um jogador sair para ajeitar equipamento (chuteira, camisa, calção, meião ou acessório permitido) e voltar sem autorização, interferindo na partida, será punido com falta (tiro direto) ou até pênalti (se for dentro da área)

6) Árbitro de Vídeo (VAR), agora, é oficial. Previsão de uso da tecnologia está incorporada às regras do futebol

7) Algumas situações de cartão vermelho podem ser revistas mesmo após reinício do jogo

8) Árbitros não podem carregar câmeras em campo

9) Jogador que entrar na área do uso do Árbitro de Vídeo, na beira do campo, será advertido

10) Jogador que entrar na cabine em que o árbitro analisa as imagens será expulso

11) Parada para hidratação não pode exceder 1 minuto

12) Tempo gasto para hidratação e aplicação do Árbitro de Vídeo (VAR) deve ser acrescido

13) Alteração na regra do impedimento: análise da condição do jogador deve ser feita no momento em que acontece o primeiro toque antes do passe definitivo. Não é o fim do movimento, mas o instante em que a bola é tocada pelo jogador

14) Mordida foi, oficialmente, incluída como falta direta

Fonte: ESPN
Compartilhar no G+