Ipu (CE): Secretaria de Saúde divulga números do 1º trimestre da Atenção Básica

A secretaria Municipal de Saúde de Ipu, torna público relatório de atendimento realizado no 1º trimestre de 2018 pelas 17 equipes que compõe a Estratégia Saúde da Família – ESF/PSF. Segundo relatório emitido via e-SUS, somente nos primeiros 03 meses foram atendidos o total de 22107 pessoas. Você sabia que 71,08% desse público são do sexo feminino e 28,92% são do sexo masculino.

ATENDIMENTOS

1. Os profissionais que fazem a odontologia na Atenção Básica atenderam 3422,

2. Os Médicos atenderam 8261.

3. Os enfermeiros atenderam 10424.

No universo de pessoas atendidas, listamos Hipertensos, diabéticos, gestantes, crianças em consultas de puericultura, planejamento familiar, prevenções ginecológicas, pessoas com hanseníase, tuberculose, além de pacientes com diferentes queixas clínicas. Segundo estimativas do Ministério da Saúde, a Atenção Primária resolve cerca de 85% dos casos atendidos.

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE À ATENÇÃO BÁSICA

A atenção básica ou atenção primária em saúde é conhecida como a "porta de entrada" dos usuários nos sistemas de saúde. Ou seja, é o atendimento inicial. Seu objetivo é orientar sobre a prevenção de doenças, solucionar os possíveis casos de agravos e direcionar os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade. A atenção básica funciona, portanto, como um filtro capaz de organizar o fluxo dos serviços nas redes de saúde, dos mais simples aos mais complexos.

No Brasil, há diversos programas governamentais relacionados à atenção básica, sendo um deles a Estratégia de Saúde da Família (ESF), que leva serviços multidisciplinares às comunidades por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), por exemplo. Consultas, exames, vacinas, radiografias e outros procedimentos são disponibilizados aos usuários nas UBSs.

A atenção básica também envolve outras iniciativas, como: as Equipes de Consultórios de Rua, que atendem pessoas em situação de rua; o Programa Melhor em Casa, de atendimento domiciliar; o Programa Brasil Sorridente, de saúde bucal; o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS), que busca alternativas para melhorar as condições de saúde de suas comunidades etc.

https://pensesus.fiocruz.br/atencao-basica

Fonte: ASARIAS ARAÚJO
Compartilhar no G+