Professora da UFC diagnosticada com H1N1 morre com parada cardíaca

Edilene tinha 50 anos e fazia parte do corpo docente da UFC desde 2010.

professora do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará (UFC), Edilene Ribeiro Batista, morreu nesta segunda-feira (30) após ter uma parada cardíaca. Segundo informações obtidas pelo G1, a docente havia sido diagnosticada com a gripe H1N1 e estava internada em um hospital no Bairro Aldeota.

Edilene tinha 50 anos e fazia parte do corpo docente da UFC desde 2010, quando ingressou no Departamento de Literatura. A professora era de Brasília e a UFC ainda não divulgou onde vai ser o sepultamento.

Fonte: G1/CE
Compartilhar no G+