Ibiapaba está próxima de se tornar maior polo de produção de rosas


Maior produtora brasileira de rosas, a Reijers – com fazenda de produção em São Benedito, na serra da Ibiapaba, no Oeste do Ceará – vai dobrar sua produção cearense que hoje é de 130 mil botões de rosas por dia e mais 20 mil de outras espécies.

O dono da empresa, empresário paulista Roberto Reijers, que está em Fortaleza, disse ao blog do Egídio Serpa que, para a ampliação da produção, adquiriu uma área de 70 hectares localizada 20 quilômetros além da fazenda atual.

O novo projeto cearense da Reijers será motivo de uma reunião no dia 28 do próximo mês de julho em São Benedito, à qual estarão presentes técnicos do BNB, Adece, UFC, IFCE, Sebrae, Fiec, Faec e também da FCDL do Ceará. Para essa reunião, serão também convidados representantes da cadeia do turismo e da gastronomia do Estado, adiantou Zuza de Oliveira.

Por que tantos organismos presentes? O agrônomo Zuza de Oliveira, consultor empresarial em agropecuária e muito ligado à Reijers, explica que “essa será a Fase 2 do Projeto Flores do Ceará”, lançado há 20 anos quando a empresa paulista chegou à Ibiapaba atraída pelo então secretário de Agricultura Irrigada, Carlos Matos.

O novo projeto da Rosas Reijers mobilizará 100 pequenos agricultores da Ibiapaba, que serão chamados a cultivar flores – rosas, principalmente.

A ideia de Roberto Reijers, com o novo projeto, é transformar a Serra da Ibiapaba num dos maiores polos brasileiros de produção de rosas. Ele diz que há um interesse crescente dos turistas em conhecer o campo de produção da Reijers em São Benedito. “Recebemos 5 mil turistas por mês em nossa fazenda na Ibiapaba”, revela Reijers.

Fonte: Blog do Egídio Serpa
Compartilhar no G+