Mais de oito mil cearenses devem fazer perícia médica no INSS


De acordo com o edital, os beneficiários que não agendarem o procedimento dentro do prazo, terão o benefício suspenso.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aguarda que até a próxima segunda-feira (13), 8.390 cearenses agendem as perícias médicas de revisão dos benefícios auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. O nome das pessoas que ainda não fizeram o atendimento está no Diário Oficial da União.

“O Ministério do Desenvolvimento Social tem uma grande preocupação de não causar qualquer injustiça em relação aos benefícios, sejam de aposentadoria por invalidez, ou por auxílio-doença. A intenção do edital é alertar as pessoas para que elas marquem a perícia e compareçam na data marcada”, explica o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

De acordo com o edital, os beneficiários que não agendarem a perícia dentro do prazo, terão o benefício suspenso. Participam do processo de revisão os beneficiários de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez que há mais de dois anos não passam por uma perícia médica.

Segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o agendamento pode ser marcado pelo telefone 135.

Fonte: CNEWS
Compartilhar no G+