Safra do Ceará deve somar 584 mil t; aumento de 9,91%


A safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do Ceará deverá fechar o ano com uma incremento de 9,91% em relação ao resultado do ano passado, com 584,4 mil toneladas de grãos sendo esperadas para o período. A informação é do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de julho deste ano, divulgado na última quinta-feira (09) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A expectativa atualizada para o Ceará ainda representa um aumento de 4,55% ante a projeção apresentada no mês passado, de 558,9 mil toneladas. Em relação ao prognóstico do começo do ano, de 492,6 mil toneladas de grãos, o crescimento foi ainda maior, de 18,62%.

Já para o Brasil, segundo o levantamento do IBGE, a safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do país deve fechar o ano com 226,8 milhões de toneladas, 5,7% abaixo da produção de 2017. A previsão da pesquisa de julho é 0,5% (1,1 milhão de toneladas) a menos do que estimativa a anterior, feita em junho pelo IBGE. A queda de junho para julho foi provocada por previsões menos otimistas para as safras de milho (-1%), arroz (-0,2%), trigo (-4,1%), feijão (-3,4%) e sorgo (-2,5%).

Soja

A previsão para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%). A melhora da estimativa do algodão, de 1,3%, também contribuiu para evitar queda maior da previsão da safra. Ante 2017, das três principais lavouras de grãos do País, apenas a soja deverá fechar o ano com alta (1,2%). As outras duas deverão ter queda: milho (-16,7%) e arroz (-7,3%).

Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE
Compartilhar no G+