10 dos 184 prefeitos eleitos em 2016 foram afastados no Ceará


Dez dos 184 prefeitos eleitos em 2016 já foram afastados por irregularidades na campanha eleitoral, na administração municipal ou por crimes cometidos após chegarem ao poder. Das 10 cidades com novos gestores, Tianguá, Umari, Frecheirinha e Santana do Cariri realizaram, no dia 3 de junho, eleição suplementar para escolha dos prefeitos que cumprirão mandato até o dia 31 de dezembro de 2020. Nas quatro cidades, os mandatos dos gestores foram cassados pela Justiça Eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou, ainda, os mandatos dos prefeitos de Aracoiaba e Croatá. As duas cidades terão, também, eleição suplementar.

Em Pacajus, o prefeito Flankyn Chaves foi afastado pela Justiça após constatação de fraudes em licitações e irregularidades na aplicação do dinheiro público. O mesmo caminho teve, também, o prefeito de Saboeiro, Gotardo Martins (PSD).

Em Tauá, a Câmara de Vereadores cassou, na noite de quarta-feira, 12, o prefeito Carlos Windson (PR) e, nessa quinta, 13, empossou o vice Fred Rego (DEM) no comando da Prefeitura.

Entre os 10 prefeitos afastados ou cassados, um – Marcelo Arcanjo, Santana do Acaraú (MDB), teve, nessa última quarta-feira, 12, licença aprovada na Câmara de Vereadores para tratar interesses particulares durante 60 dias. Arcanjo está afastado após confessar o assassinato do ex-funcionário da Prefeitura Augusto Cesar do Nascimento.

Veja a relação dos prefeitos eleitos em 2016 e que perderam o mandato em 2017/2018:

Tianguá – Dr. Luiz (PSD), eleito com 49.87% Umari – Francisco Alexandre Barros Neto (PT), eleito com 50.04% Frecheirinha – Carleone Junior (PP), eleito com 50.65% Santana do Cariri – Danieli de Abreu Machado (PSL), eleita com 50.36% Aracoiaba – Antonio Claudio (PSDB), eleito com 40.05% Croatá – Thomaz Laureanno (PDT), eleito com 50.06% Pacajus – Flanky Chaves (PP), eleito com 42.01% Saboeiro – Jose Gotardo (PSD), eleito com 50.19% Tauá – Carlos Windson (PR), eleito com 50.14% Santana do Acaraú – Marcelo Arcanjo (MDB), eleito com 52.27%

Veja a relação dos prefeitos escolhidos em eleição suplementar em 2018:

Tianguá – Dr. Jaydson (PTB), eleito com 53,23% Umari – Neide (PSD), eleita com 56,9% Frecheirinha – Helton Luís (PDT), eleito com 100% Santana do Cariri – Pedro Henrique (MDB), eleito com 50,08%

Municípios que tiveram prefeitos cassados e os vices assumiram os mandatos:

Aracoiaba – Presidente da Câmara Municipal, Francisco Rogério Croatá – Presidente da Câmara Municipal, Claudimiro Oliveira Pacajus – Bruno Figueiredo Saboeiro – Micheline Tauá – Fred Rego Acaraú – Colombo

Fonte: Ceará Agora Fonte:
Compartilhar no G+