Ciro Gomes diz que sai da política se Bolsonaro vencer: "Vou cumprimentá-lo e chorar"


Candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes afirmou nesta quarta-feira (12) que deixará a política caso Jair Bolsonaro ganhe as eleições. O candidato do PSL tem liderado as pesquisas de intenção de votos.

"Eu vou desejar boa sorte a ele, cumprimentá-lo pelo privilégio e depois eu vou chorar com a minha mãe. Eu saio da política", afirmou o presidenciável durante sabatina do jornal O Globo. "A minha razão de estar na política é amor, paixão, confiança. Se nosso povo por maioria não corresponder, vou chorar".

Ciro ainda afirmou que suas propostas dialogam com a centro-esquerda e, ao comentar a situação do PT, disse que não daria indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: "Isso é só intriga". O candidato ainda disse que só não visitou porque não teve autorização nem foi incluído na lista feita pelo petista: "Eu não iria por razão política, mas por razão humanitária.

Na pesquisa Ibope divulgada na noite desta terça-feira (11), Bolsonaro (PSL) em primeiro com 26% das intenções de votos. Ciro surge em segundo, com 11%, e tecnicamente empatado com Marina Silva (Rede), 9%; Geraldo Alckmin (PSDB), 9%; e Fernando Haddad (PT), 8%.

Fonte: http://www.redetv.uol.com.br
Compartilhar no G+