Homem é preso por avisar sobre blitz em um grupo de WhatsApp

Resultado de imagem para whatsapp

Ele fotografou viatura e enviou imagem em um grupo no WhatsApp onde tinha um policial participando, em Brasilândia (MS).

Um homem de 24 anos foi preso na noite dessa sexta-feira (31), após alertar um grupo de amigos no WhatsApp sobre uma blitz de trânsito em Brasilândia, a 366 km de Campo Grande.

Segundo a polícia, o suspeito fotografou a viatura e mandou a imagem no grupo, onde um policial era um dos integrantes e que logo tomou as providências.

Durante a blitz, um sargento da polícia notou uma atitude suspeita do homem, e teve a impressão que tinha sido fotografado. Como não tinha provas, o militar deu continuidade à blitz e após o término, foi com outros PM's para a delegacia onde documentaram a situação.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o policial que faz parte do mesmo grupo do WhatsApp do suspeito, disse que ele mandou a imagem da viatura em anexo sobre o local onde os militares estavam.

O policial deu print da conversa e com o seu superior, confirmaram a identidade do homem que tem várias passagens pela polícia. Por meio de uma ronda, os militares conseguiram localizar e prender o suspeito. De acordo com o delegado Thiago Passos, o homem Já foi preso por porte de arma e reponde um inquérito por estelionato.

Segundo a ocorrência, é crime utilizar as redes sociais para alertar sobre locais onde há policiamento ostensivo e blitz, sendo essa, um ato criminoso. O homem irá responder pelo crime de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública.

Fonte: Por Flávio Dias, G1 MS, Campo Grande
Compartilhar no G+