TSE abre investigações sobre Bolsonaro e compra de mensagens no WhatsApp


A denúncia, feita pelo PT, foi aceita na noite desta sexta-feira, 19.


O ministro Jorge Mussi, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou denúncia do PT e abriu uma ação para investigar suposta compra de pacotes de disparos de mensagens no WhatsApp com conteúdos anti-PT, realizadas por empresários que apoiam a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). De acordo com a Folha de S. Paulo, a ação foi aberta na noite desta sexta-feira, 19.

Também foram solicitadas medidas cautelares, mas o ministro negou esse pedido aos advogados do PT. A defesa do partido queria que houvesse quebra de sigilo e busca e apreensão imediatos.

O ministro solicitou que Jair Bolsonaro fosse notificado, tendo o prazo de cinco dias para se manifestar sobre o caso.

Em pesquisa eleitoral feita pelo Datafolha e divulgada nesta quinta-feira, 18, Jair Bolsonaro aparecia com 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad.

Fonte: O Povo
Compartilhar no G+