Projeto social de Croatá ganha premiação internacional


O Ponto de Cultura Vamos Fazer Arte, do município de Croatá-CE, foi representado na cidade de São Paulo como uma das dez ações sociais entre 2 mil iniciativas empreendedoras em 94 países. A professora de Musicalização Infantil e Flauta Doce, Géssica Monteiro, esteve na capital paulista, nos dias 28 de outubro a 1º de novembro, para receber a premiação como administradora da instituição.

O Prêmio Laureate Brasil é um reconhecimento internacional para jovens empreendedores com iniciativas sociais que tenham impactos positivos na comunidade

Géssica Monteiro divulgou em suas redes sociais algumas fotos do evento e a sua satisfação em representar o estado do Ceará. “Foi uma semana de muito aprendizado, conheci iniciativas muito empreendedoras. E o maior privilégio foi estar lá representando o meu Ceará e todos os alunos que fazem parte do Ponto de Cultura Vamos Fazer Arte”.

Géssica ainda acrescentou que o trabalho da associação vale a pena, “isso só me fez perceber o quanto o nosso trabalho com as crianças e adolescentes é importante, e que quando fazemos com amor, o reconhecimento vem, dessa vez foi internacional”.

O Ponto de Cultura agora integra a rede mundial de jovens empreendedores sociais da YouthActionNet presente em mais de noventa países com iniciativas empreendedoras.

Confira a entrevista de Géssica Monteiro ao site do Correio Ibiapaba




CI: O que significou para você representar o Ponto de Cultura Vamos Fazer Arte e, consequentemente, o estado do Ceará?

Géssica: Foi uma experiência maravilhosa poder representar as nossas crianças e nossos adolescentes do Ponto de Cultura Vamos fazer Arte. Foram momentos de muito aprendizado e inspiração, pude ver o quanto o trabalho que fazemos é importante para o desenvolvimento social de nossa cidade.

CI: De que forma você acredita que o projeto desenvolvido por vocês pode impactar ainda mais outras pessoas?

Géssica: Creio que através da construção do Centro Cultural iremos impactar ainda mais pessoas, pois a demanda de atendidos irá aumentar significativamente. Sem falar que serão ampliadas as áreas atendidas, não só a música, mas também aulas de dança, teatro, esportes, reforço escolar, leitura e informática. O centro cultural será um espaço amplo com capacidade para atender cerca de mil crianças e adolescentes e as famílias desses alunos, através de cursos profissionalizantes. 




CI: Diante desta premiação internacional, como você definiria a partir de agora a responsabilidade social do projeto?

Géssica: Nossa iniciativa tem o compromisso com o desenvolvimento integral das crianças e dos adolescentes que fazem parte de nossas ações, como pessoas e cidadãos, apoiando-os no desenvolvimento de seus talentos, para o seu completo desenvolvimento social e que gerem mudanças positivas em nossa comunidade.

Sobre a YouthActionNet

A Fundação Internacional da Juventude, YouthActionNet foi fundada há 17 anos na crença de que os jovens estão em uma posição única para construir um mundo mais justo e inclusivo. A rede global possui 24 institutos de liderança jovem e operados localmente que garante os aspirantes e realizadores jovens empreendedores sociais obtenham o apoio de que precisam para cumprir as suas metas de mudança social.

Mais de 1.700 jovens líderes em mais de 90 países já se beneficiaram do treinamento de liderança, financiamento, redes e recursos que Fundação oferece. o apoio fortalece e expande o impacto de empreendimentos liderados por jovens em áreas como educação, saúde, inclusão social e proteção ambiental. Desde o aproveitamento da tecnologia para aumentar a participação cívica no México até o uso de artes marciais para capacitar as mulheres na Jordânia. Em 2016, os empreendimentos da YouthActionNet mobilizaram 25.000 voluntários e impactaram mais de 1,7 milhão de vidas.

Prêmio Laureate Brasil

Criado em 2001, o Prêmio Laureate Brasil integra o programa global YouthActionNet®, da International Youth Foundation tem o propósito de reconhecer, apoiar e proporcionar visibilidade às lideranças juvenis de diversos países, dedicadas ao empreendedorismo e ao negócio social, por meio da rede colaborativa de programas interligados.

Fonte: Correio da Ibiapaba
Compartilhar no G+