Juazeiro (CE): Descoberta de túnel de 15 metros gera princípio de motim em penitenciária

Resultado de imagem para CASO DE POLICIA

Revoltados com a ação dos agentes, detentos teriam ameaçado atear fogo em colchões e lençóis nas celas. Não houve fuga.

Agentes penitenciários encontraram na noite desta segunda-feira (4) mais um túnel na Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC), em Juazeiro do Norte. O flagrante gerou um princípio de motim, rapidamente controlado. Niguém fugiu.

De acordo com uma pessoa que trabalha na administração da penitenciária e prefere não se identificar, o túnel começava na área de vivência quatro e tinha cerca de 15 metros de extensão, indo até as proximidades da Rua Paizinho Sabiá, que fica na lateral da penitenciária.

Na vivência quatro, segundo a fonte ouvida pela reportagem do G1, estão detidos membros de facções criminosas. Os agentes evitaram a fuga de pelo menos 150 detentos. Revoltados, detentos teriam ameaçado atear fogo em colchões e lençóis nas celas. Já são 19 túneis descobertos nos últimos seis meses.

Tentativa de motim

Por meio de nota, a Sejus confirmou a tentativa de fuga. Ainda de acordo com a Sejus, os agentes surpreenderam o grupo de internos tentando escavar o túnel. Os internos tentaram iniciar um motim na unidade, mas foram contidos pelos agentes. Não houve nenhuma fuga.

No dia 25 de novembro, presos cavaram um túnel no presídio que foi descoberto pelos agentes. Na ocasião, também não houve fugas, segundo a Sejus, na época.

Fonte: G1
Compartilhar no G+