Equipes de segurança prendem 53 suspeitos de ataques após chegada da Força Nacional ao Ceará

Força Nacional começa a atuar nas ruas de Fortaleza — Foto: Camila Lima/SVM

Ao todo já foram presos 103 suspeitos desde o início da onda de violência. Ceará registrou 90 ataques a ônibus, agências bancárias, delegacias e uma prefeitura desde quarta-feira (2).

As equipes de segurança que atuam no Ceará capturaram, ao todo, 103 suspeitos dos ataques que ocorrem no estado desde a noite de quarta-feira (2). De acordo com a Secretaria da Segurança do Ceará, 53 detenções ocorreram neste sábado (5), após a chegada da Força Nacional ao estado. Mais de 90 ataques ocorreram em 26 cidades do estado.

Ainda na noite de sábado, já com a atuação da Força Nacional nas ruas, novos ataques foram registrados no Ceará. De acordo com a secretaria de Segurança, no entanto, não houve mais nenhum ataque a ônibus depois que os policiais passaram a ocupar os veículos do transporte público. Entre quarta e quinta-feira, 18 ônibus foram destruídos no Ceará em ataques incendiários.

Os veículos da Força Nacional deixaram o Centro de Formação Olímpica, em Fortaleza, onde os servidores estão alojados, às 19h42 (20h42, no horário de Brasília) deste sábado.

A Secretaria da Segurança Pública do Ceará informou que a atuação das tropas nacionais ocorre principalmente em blitze, com abordagens de motoristas e motociclistas. Conforme a secretaria, a maior parte das dezenas de ataques que ocorrem no estado é feita com homens em veículos.

As equipes estarão em "vias estratégicas", utilizadas por criminosos para se locomover aos locais dos ataques e também como rotas de fuga.

Fonte: G1
Compartilhar no G+