Idosa de 92 anos morre depois ser estuprada e espancada por homem que fazia obras na casa dela

Alexandro Antunes de Oliveira da Silva foi preso em Nobres e negou o estupro, ele usava tornozeleira eletrônica quando foi encontrado.(Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação)

A vítima foi levada ao hospital e aguardava transferência, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma idosa de 92 anos morreu nesta segunda-feira, 18, depois de ser estuprada e agredida por um homem que fazia obras em sua casa no município de Nobres, no Mato Grosso. A mulher foi encontrada pela filha no chão da residência com graves ferimentos. O crime ocorreu nesse domingo, 17. As informações são do portal G1.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito é Alexandre Antunes de Oliveira da Silva de 29 anos. O homem foi preso e usava uma tornozeleira eletrônica. Ele foi preso em uma chácara nas proximidades do rio Cuiabá e negou o crime.

Um laudo do setor de responsável pelo rastreamento apontou que Alexandre ficou por duas horas dentro da casa da vítima.

O estupro seguido das agressões aconteceu no bairro Jardim Paraná. A filha da idosa informou que encontrou a mãe por volta das seis horas da manhã, e que mesmo debilitada ela conseguiu explicar quem era o agressor.

A vítima foi levada para o Hospital e Maternidade Luara de Vicuna, em Nobres. Ela aguardava para ser transferida, mas devido aos graves ferimentos não resistiu e morreu na madrugada desta segunda-feira.

Fonte: O POVO
Compartilhar no G+