Bolsonaro é um doente que quer resolver o problema do Brasil com armas, diz Lula

Lula concede entrevista na prisão

Trechos de nova entrevista com petista na prisão foram ao ar pela emissora britânica BBC

Em entrevista para um documentário da emissora britânica BBC que foi ao ar nesta sexta-feira (10), o ex-presidente Lula fez novas críticas ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) e afirmou que o atual mandatário é um "doente" que pensa que as armas vão resolver os problemas do Brasil.

"É um doente que acha que o problema do Brasil se resolve com armas. O problema do Brasil se resolve com livros, com escolas", disse o petista em entrevista concedida ao jornalista brasileiro Kennedy Alencar.

Foi a segunda vez que o petista falou com veículos de imprensa depois de ter sido preso em Curitiba, em abril de 2018. A primeira foi no último dia 26, quando recebeu a Folha e o jornal El País, após a queda da proibição imposta pelo Supremo Tribunal Federal.

Inicialmente, a nova entrevista, feita no último dia 3 de maio, iria ao ar pela RedeTV! no dia seguinte. No mesmo dia, a emissora e o jornalista informaram que o material seria exibido, em data a ser definida, pela BBC Word News, que pediu exclusividade sobre o material.

A entrevista foi ao ar parcialmente nesta sexta na BBC em um documentário de 29 minutos sobre a ascensão e queda do ex-presidente, intitulado "Lula Behind Bars" —Lula Atrás das Grades, em tradução livre. O material será usado pela emissora britânica em outras produções ao logo do ano.

Em seu blog, o jornalista afirmou que na manhã de segunda-feira (13), às 8h, publicará a entrevista completa, que tem 1 hora 50 minutos.

Procurada pela Folha no dia 3, a RedeTV! afirmou em nota que "foi contratada no ano passado pela BBC World News e pela K.doc para gravar entrevistas para a série-documentário de três capítulos. Realizou 12 entrevistas, 3 das quais com ex-presidentes da República. A série, chamada 'What Happened to Brazil', foi transmitida internacionalmente em janeiro pela BBC".

Segundo a emissora, "a entrevista com Lula foi solicitada à época como parte desse projeto". "Liberada agora pela Justiça, foi gravada na última sexta-feira. A entrevista será usada pela BBC World News com exclusividade, numa sequência da produção desenvolvida no ano passado. Todos os direitos sobre imagens e direção editorial são da BBC", afirmou.

As entrevistas que foram gravadas anteriormente para a série também não foram exibidas pela emissora.

No caso de Lula, a RedeTV! forneceu o material para a produção da entrevista, que aconteceu na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está preso.

Fonte: FOLHA
Compartilhar no G+