Mulher é encaminhada a delegacia após postar foto de pistola em rede social


Depois da publicação fazendo referência a uma facção, os investigadores foram até a casa de um casal, o que levou a prisão do marido da mulher, que tinha passagens pela polícia.

Um casal, que vinha sendo investigado pela polícia, foi encaminhado à Delegacia Regional de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, após a mulher postar em rede social uma foto com uma pistola fazendo gesto que seria referência a uma facção criminosa. Arma e munições foram apreendidas na casa onde estavam os suspeitos na última sexta-feira (10).

Na foto postada na rede social, Carolina Teixeira mostra uma pistola. Após a postagem, a polícia chegou ao endereço onde também estava Alan Estevão. Uma arma calibre 32 foi encontrada ao lado dele. A dupla recebeu voz de prisão e foi encaminhada para o posto policial.

“Entendemos que a menina também podia estar enquadrada na situação do porte. Como a arma que ela expôs foi uma pistola e nós encontramos apenas o revólver, a despeito de ter munição de pistola também no local onde estavam, a participação dela vai ser apurada no decorrer das investigações. De modo que, no flagrante, somente o Alan ficou preso”, explicou o Inspetor Morais.

Alan Estevão tem passagem por tráfico de drogas e havia deixado a prisão há poucos dias. Ele também está sendo investigado por uma tentativa de homicídio.

Caroline Teixeira, que esteve envolvida com o chefe do tráfico da região morto em 2018, foi liberada por falta de provas, mas continua sendo investigada por participação em outros crimes. A polícia investiga se a arma da imagem postada nas redes é verdadeira ou um simulacro.

Fonte: TRIBUNA DO CEARÁ
Compartilhar no G+