Com quase 80 mil filiados, PT é o maior partido do Ceará, segundo TSE

Resultado de imagem para PT LULA

Apesar do desgaste popular que vêm enfrentando, os partidos políticos têm atraído mais pessoas no Estado. De acordo com levantamento feito pelo Núcleo de Dados do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), até 2015, o número total de filiados era pouco superior a 507 mil, tendo passado para 539 mil em 2017 até chegar aos atuais 546 mil. A evolução é um indicativo de que, em ano pré-eleitoral, a disputa por novas filiações aumenta e, entre dirigentes partidários, deve ficar mais intensa para garantir força em 2020.

O Partido dos Trabalhadores (PT), apesar da queda no número de prefeituras conquistadas no pleito de 2016, é, hoje, a legenda com maior quantidade de membros no Ceará, totalizando quase 80 mil filiados.

Dirigentes do partido acreditam que, com a reeleição do governador Camilo Santana, com quase 80% dos votos, o PT tenha se fortalecido para a disputa de 2020. Em 2015, ano do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a legenda foi a que mais perdeu filiados: 558 no total.

Tucanos

O PSDB, ainda que esteja fora do comando do Governo do Estado desde 2006 e tenha reduzido a participação nas casas legislativas ao longo dos últimos anos, segue sendo a segunda maior legenda do Ceará, com 57.227 representantes no Ceará.

O MDB vem logo atrás, com 48.167 membros. O PDT, partido sob a liderança dos irmãos Ciro e Cid Gomes desde 2015, ocupa a sexta posição no número de filiados. O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, foi um dos que mais receberam filiações desde 2015. Naquela ocasião, a legenda tinha apenas 9.821 filiados no Ceará, número que saltou para 10.556 em 2017. Hoje, o PSL possui 12.809 filiados.

Foram quase três mil novas filiações nos últimos anos. Para a disputa eleitoral do ano passado, a sigla atraiu o montante de 2.168 novos filiados - o maior do período, seguido de 558 do PT.

O PDT foi outro que aumentou o número de novos quadros desde então. Antes do pleito de 2016, quando o prefeito Roberto Cláudio foi reeleito para um segundo mandato, o partido possuía pouco mais de 26 mil filiados. Agora, dois anos e meio depois, são 30.564, um acréscimo de mais de 4 mil filiações.

Em 2015, o Partido Novo iniciou sua participação no Ceará com apenas 68 filiados. Quatro anos depois, o número de membros ainda é um dos menores do Estado, mas chega a 576. Já a Rede Sustentabilidade nasceu com apenas 44 membros, e atualmente soma 1.128 no Ceará.

Pequenos

O Pros, que também abrigou Ciro e Cid Gomes antes da mudança para o PDT, saltou de 1.616 membros em 2015 para 2.722 até 2017. Mais recentemente, recebeu filiações do grupo político liderado pelo deputado federal Capitão Wagner e possui, agora, 3.234 filiados. Ainda assim, segue sendo uma das legendas com menor representatividade no Estado em 2019.

De acordo com os dados colhidos no site do Tribunal Regional Eleitoral, até o dia 4 de junho deste ano, pelo menos 16 partidos ainda não tinham registrado novas filiações em 2019. São eles: PCB, PCO, Patriota, PHS, MDB, PPL, PRP, PRTB, PSC, DC, PSC, PSTU, PTdoB, PTC, PTN e SD. O PRB foi a legenda com maior número de filiações neste período - 273 no total -, seguido por PDT (213) e PSB (207).

Os partidos de esquerda PCO e PCB continuam sendo as siglas com menos representatividade no Ceará. Enquanto o primeiro possui apenas 76 filiados, o segundo tem 353. O liberal Novo vem logo em seguida, com 576 nomes, sendo seguido pelo partido criado pela candidata derrotada nas eleições do ano passado, Marina Silva, com 1.128 filiações.

Ranking das siglas no Ceará

As dez com mais filiados

PT: 79.686 PSDB: 57.227 MDB: 48.167 PP: 37.167 PTB: 34.679 PDT: 30.564 DEM: 28.506 PPS: 26.058 PSB: 25.057 PCdoB: 21.945

As dez com menos filiados

PCO: 76 PCB: 353 Novo: 576 Rede: 1.128 PSTU: 2.104 Patriota: 2.677 PPL: 2.761 PSOL: 3.071 PTC: 3.203 Pros: 3.243

Diário do Nordeste
Compartilhar no G+