Rodolfo, goleiro do Fluminense, é flagrado em exame antidoping por suspeita de uso de cocaína

Rodolfo, goleiro do Fluminense, cai em antidoping e passa a cumprir suspensão

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, testou positivo em exame antidoping por suspeita de uso de cocaína. De acordo com nota oficial divulgada pelo clube, o jogador abriu mão da contraprova e se colocou "suspenso voluntariamente".

O teste foi feito após a partida entre Fluminense e Atlético Nacional, no dia 23 de maio, pela Copa Sul-Americana, no Maracanã. Naquela data, Rodolfo ficou no banco de reservas, e Agenor foi o titular do tricolor.

Em 2012, quando defendia o Athletico Paranaense, Rodolfo foi suspenso por dois anos por uso de cocaína. Em entrevista ao chegar ao Fluminense, o goleiro afirmou que estava livre da droga desde 2014, quando sua pena foi reduzida.

Leia a íntegra da nota divulgada pelo Fluminense:

"O Fluminense Football Club informa que o goleiro Rodolfo Alves de Melo foi flagrado no exame antidoping após a partida Fluminense x Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana, realizada em 23 de maio de 2019 no Maracanã. O clube e o atleta já realizaram uma reunião e uma petição foi apresentada à Conmebol, onde o jogador abriu mão da contraprova se colocando suspenso voluntariamente, para se dedicar exclusivamente à sua defesa. O Fluminense já colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador que, por norma legal, teve o contrato de trabalho suspenso. A instituição dará todo o suporte necessário ao atleta."

Fonte: EXTRA
Compartilhar no G+