Flamengo não consegue a contratação de Balotelli

Clube divulgou nota oficial após dois dias negociações em Mônaco

Em nota oficial, o Flamengo anunciou o fim da negociação com o italiano Mario Balotelli.Os dirigentes chegaram a viajar para a Europa a fim de tentar a vinda do jogador, mas as tratativas não evoluíram após dois dias reuniões.

"O Clube de Regatas do Flamengo, o atleta Mario Balotelli e seus representantes decidem, de comum acordo e após dois dias de cordiais reuniões em Mônaco, encerrar nesta data (15/8) as negociações envolvendo a possível contratação do atleta", diz o comunicado.

O Flamengo fez duas reuniões com representantes de Balotelli. Uma nesta quinta-feira e outra na última quarta-feira. As tratativas aconteceram através do vice de futebol Marcos Braz e do diretor Bruno Spindel, com auxílio do advogado Marcos Motta. O trio esteve com o empresário Mino Raiola, que cuida da carreira do jogador, e apresentou um projeto e uma oferta financeira dentro de sua realidade.

O contato com o agente do jogador se deu de forma tardia. Em um primeiro momento, o vice de futebol Marcos Braz contou com a ajuda do intermediário Andrea Catolli para falar diretamente com o atacante. Balotelli fez uma teleconferência e sinalizou positivamente para ouvir a proposta rubro-negra. Catolli e o agente Franck Assunção são amigos em comum de uma pessoa próxima a Balotelli e facilitaram a aproximação, sem passar por Raiola. Outro personagem que se envolveu no negócio foi o empresário Evandro Ferreira.

O excesso de personagens não caiu bem para Mino Raiola inicialmente. O Flamengo mudou a estratégia ao tirar a proposta do papel para levar para o jogador na Europa. Negociou apenas com Raiola, mesmo que os intermediários tenham ido para o velho continenente para servirem de ponte com o jogador caso necessário.

A imprensa italiana tem noticiado nos últimos dias que o destino de Balotelli será o Brescia, clube que subiu para a primeira divisão este ano, após oito temporadas na Série B da Itália. O jogador nasceu na cidade de mesmo nome e jogar em seu país poderia o aproximar da seleção.

A primeira oferta do Flamengo era de dois anos e meio de contrato com salário na casa de R$ 1,5 milhão, além de bonificações. A pedida inicial do jogador era nessa faixa salarial mas com luvas mais elevadas por estar sem contrato, após deixar o Olympique de Marselha, há cerca de três meses.

Se fosse contratado, Balotelli se tornaria o jogador mais bem pago do Flamengo, com valores próximos aos que o clube gasta para cobrir os custos do técnico Jorge Jesus e do atacante Gabigol.

Gabigol é a meta

Aliás, o investimento no centroavante não impediria, na avaliação da direção do clube, a aquisição de seu atual artilheiro. O assunto tem sido debatido enquanto as conversas com Balotelli não aconteciam. O entrave para a diretoria será o desejo de Gabigol de retornar para a Europa e eventuais propostas para a Inter de Milão, clube com o qual tem mais dois anos de contrato. Gabigol foi escalado por Jesus no time titular ontem, em treinamento tático no Ninho do Urubu, e praticamente confirmou presença contra o Vasco no sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: EXTRA
Compartilhar no G+