Ministério Público denuncia líder religioso suspeito de estuprar sete mulheres no Ceará


O líder religioso foi preso pela polícia no dia 26 de julho, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

O Ministério Público do Ceará (MPCE) denunciou, na terça-feira (13), o pai de santo Francisco Aucivam Pereira Linhares, de 29 anos, por sete crimes de estupro na região da Serra da Ibiapaba, no Ceará. O líder religioso foi preso pela polícia no dia 26 de julho, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

A denúncia do Ministério Público foi recebida, nesta segunda-feira (19), pelo juiz Anderson Alexandre Nascimento, que determinou a citação do réu, atualmente preso na Penitenciária Industrial Regional de Sobral (Pirs), por meio de carta precatória.

O caso

Francisco Aucivam Pereira Linhares era conhecido por "Pai Francisco" e não tinha antecedentes criminais, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O G1 tentou contato com a defesa, mas não conseguiu até a última atualização desta reportagem.

Segundo a polícia, os estupros ocorriam durante os rituais religiosos, na casa de oração do pai de santo, na localidade de Alto Lindo. Ainda segundo a SSPDS, ele chegava a oferecer bebidas às mulheres, que após ingeri-las, sentiam náuseas.

A polícia apura se o homem utilizava de algum tipo de substância para dopar as vítimas. De acordo com a denúncia, "Pai Francisco" tocava as partes íntimas das mulheres sob a alegação de que tal ato era necessário na realização do ritual.

Fonte: G1
Compartilhar no G+