Cid Gomes passa mal durante pronunciamento no Senado e sessão é interrompida


O senador Cid Gomes (PDT-CE) passou mal na noite desta terça-feira, 3, durante sessão do Senado Federal. O senador apresentava relatório sobre a proposta de alteração na distribuição de royalties do pré-sal entre estados e municípios, quando teve uma queda de pressão e precisou de atendimento médico.

Por conta do incidente, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), suspendeu a sessão.

Poucos minutos após o "susto", no entanto, Cid voltou à tribuna do Senado e terminou seu discurso, sendo aplaudido pelos colegas. "Eita cearense arretado", diz um dos senadores próximos. O senador foi atendido no plenário da Casa pelos senadores Nelsinho Trad (PSD-MS) e Otto Alencar (PSD-BA), ambos médicos.

"O senador Cid estava em casa com atestado médico, cuidando de um problema de saúde, mas decidiu vir ao Senado Federal por conta da importância da matéria. O senador Cid teve uma queda de pressão, mas foi atendido e está bem", informou Alcolumbre, ao reabrir a sessão. Apesar do incidente, o relatório de Cid foi aprovado e a sessão seguiu normalmente.

Outras ocorrências

Esta é a quarta vez que o senador passa mal e precisa de atendimento médico durante ato público. Em junho de 2014, o então governador desmaiou durante convenção do PDT às vésperas de lançar Camilo Santana (PT) como candidato ao governo do Ceará.

Cid Gomes também teve quedas acentuadas de pressão durante a assinatura da ordem de serviço do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim (maio de 2012), e na inauguração de uma policlínica em Limoeiro do Norte (abril de 2013).

O POVO

Fonte:
Compartilhar no G+