Fábrica artesanal de armas é desativada na Grande Fortaleza durante ocorrência de violência doméstica

Foram apreendidos dentro da residência três revólveres, uma metralhadora, uma pistola, uma arma artesanal, munição e um cofre. — Foto: PM/ Divulgação

A polícia apreendeu no local três revólveres, uma metralhadora, uma pistola, uma arma artesanal e munição.

Uma denúncia de violência doméstica levou a polícia a descobrir e desativar uma fábrica artesanal de armas e munição que funcionava em uma residência no Bairro Jardim Icaraí, em Caucaia, na Grande Fortaleza, na noite desta quinta-feira (19).

Agentes da Polícia Militar informaram que foram acionados porque José Feitosa Veras, 49, estaria agredindo a companheira e ameaçando-a de morte. Durante a abordagem, os policiais conseguiram render o suspeito e, ao fazerem buscas na casa, encontraram seis armas, munição e equipamentos para confeccionar armamentos. Um cofre também foi apreendido.

Segundo o capitão Bandeira, da PM, entre o material apreendido na fábrica artesanal de armas estão três revólveres, uma metralhadora, uma pistola, uma arma artesanal e 234 balas.

José Feitosa foi encaminhado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia junto com a vítima. A mulher foi ouvida e em seguida liberada. De acordo com as investigações da polícia, a mulher era ameaçada constantemente para não denunciar o marido.

Conforme o capitão Bandeira, da PM, José Feitosa era responsável por desenvolver armas para uma facção criminosa e disponibilizava o material para treinamento de criminosos. A polícia continuará investigando o caso em busca de outros envolvidos.




Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+