Ameaçado de morte é executado a tiros na Grande Fortaleza; segundo caso em menos de 24 horas na região

Corpo de homem é encontrado jogado em via com marcas de tiros na noite desta terça-feira (19), no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia. — Foto: Rafaela Duarte/ Sistema Verdes Mares

Tenente afirma que as vítimas não haviam procurado a polícia para registrar as ameaças.

Um homem de 26 anos, que sofria ameaça de morte, foi executado a tiros na Rua Dutra, no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, Grande Fortaleza, na noite desta terça-feira (19). De acordo com a Polícia Militar, é o segundo caso envolvendo pessoas ameaçadas em menos de 24 horas na região.

Conforme a polícia, a vítima não era moradora do bairro e tinha antecedentes criminais por furto e lesão corporal. O corpo do homem foi encontrado sem vida jogado na via. Não há informações de como o crime aconteceu.

Próximo ao local onde um dos crimes aconteceu existem pichações nas paredes com frases de ameaças.




Primeiro caso

De acordo com os investigadores, durante a manhã, a vítima foi um homem de 41 anos, suspeito de agiotagem. Ele estava em um bar na Rua São José dos Campos, quando o suspeito do crime chegou ao local em uma motocicleta, estacionou em frente ao estabelecimento e foi em direção ao homem, que foi atingido principalmente na cabeça.

Ainda segundo a polícia, os dois casos poderiam ter sido evitados se as vítimas tivessem procurado a polícia para prestar queixa das ameaças.

“Infelizmente, as pessoas sofrem ameaças de morte, não procuram a delegacia, não prestam B.O [Boletim de Ocorrência] e queixa, para que aquelas ameças sejam apuradas. Elas também não mudam seu dia a dia no bairro e permanecem achando que as ameças não podem vir a tona. Infelizmente, as duas pessoas que faleceram são vítimas de ameaças de morte, mas resolveram permanecer em lugares que não deveriam”, afirma.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+