MENINA ESCREVE CARTA PARA AMIGA DENUNCIANDO TER SIDO ESTUPRADA POR PADRINHO EM UBAJARA


A mãe de uma adolescente de 14 anos residente em Ubajara registrou um Boletim de Ocorrência relatando um possível estupro da filha cometido por um padrinho. O caso foi descoberto após a mãe ler uma carta na qual a adolescente relata os abusos sofridos durante todo o ano para uma colega de escola.

Conforme o que apurou o portal G1-Ce, a mãe da adolescente relatou que a filha foi estuprada na residência do padrinho, marido da irmã da mulher. Ela informou que trabalha de forma autônoma nas festividades de diversos municípios e por conta do trabalho, desde quando nasceu, a filha é deixada na casa dos padrinhos.” Eu deixava ela na casa da minha irmã. Eles eram os padrinhos dela. Ele era como se fosse o segundo pai para ela, que viu minha filha crescer.”

Na carta, a jovem afirma que os abusos aconteceram quando ela era criança e também neste ano. A adolescente afirma também que já não aguenta mais a violência sofrida e que, por isso, decidiu se pronunciar. “Eu já não aguentava mais, amiga. Eu não quero mais sofrer. A única vez que não sofro é quando estou com minha mãe, quando estou longe daquele monstro.”

A mãe da jovem disse que, ao ler a carta, perplexa, decidiu primeiramente conversar com a filha que, de prontidão, confirmou tudo o que estava escrito.

Após conversar com a filha, a mulher afirmou que levou a adolescente a um ginecologista para, assim, ter provas sobre o que aconteceu. Nos exames, o laudo médico comprovou que havia sinais recentes de relações sexuais.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirmou que inquérito policial foi instaurado na Delegacia Municipal de Ubajara para que o caso de estupro de vulnerável seja investigado. O órgão informou ainda que A Polícia Civil enviará o inquérito ao Poder Judiciário.

Fonte: G1
Compartilhar no G+