Terreno do Edifício Andrea será sede do Corpo de Bombeiros em Fortaleza

Ação de resgate dos desaparecidos sob os escombros do Edifício Andrea, em Fortaleza, segue há quatro dias, sem interrupções — Foto: Camila Lima/SVM

Edifício de sete andares desabou em outubro deste ano e matou nove pessoas.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou nesta terça-feira (10) que o terreno do Edifício Andrea será sede de uma unidade do Corpo de Bombeiros. O prédio de sete andares desabou no dia 15 de outubro deste ano, no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, deixando sete feridos e nove mortos.

De acordo o gestor municipal, a desapropriação do terreno será realizada pela prefeitura, e a construção do edifício dos bombeiros ficará a cargo do Governo do Estado do Ceará. O anúncio foi feito no final da tarde durante a solenidade de entrega da Medalha Dragão do Mar aos oficiais como forma de reconhecimento pelo trabalho de resgate das vítimas do desabamento do Edifício Andrea.

No evento, Roberto Cláudio assinou o Projeto de Lei que garante a isenção de dívidas do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) aos proprietários dos imóveis do Edifício Andréa.

"A gente vai isentar todas as dívidas de IPTU passadas desse equipamento para desapropriar e entregar para o governo do Estado para a construção do quartel. Vai ser realizada a urbanização, incluindo a construção de uma praça. O documento vai para Câmara para ser votado e a previsão é que no começo de 2020 já seja feita a desapropriação do terreno", afirmou o prefeito.

Trabalho de resgate

Os bombeiros trabalharam no resgate das pessoas que ficaram sobre os escombros entre a manhã do dia 15 e a noite de 19 outubro, sem interrupção. Sete pessoas foram retiradas com vida debaixo dos escombros da estrutura de sete andares.

Com a atuação da equipe, os bombeiros receberam diversas homenagens de órgãos políticos, clubes de futebol e das famílias das vítimas.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+