Mulher assassinada e jogada de carro pelo marido em Fortaleza havia registrado boletim por ameaças

O homem foi capturado próximo ao cruzamento das rusa Gustavo Sampaio com Raimundo Arruda, na Parquelândia — Foto: Leábem Monteiro/SVM

Ana Angélica não retornou no prazo legal para dar prosseguimento à investigação e por isso não recebeu medida protetiva, conforme a polícia.

A vítima de feminicídio Ana Angélica Pereira Capistrano, de 48 anos, já sofria ameaças e agressões por parte do marido há mais de um ano. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em 2018, Ana Angélica chegou a registrar um Boletim de Ocorrência de ameaça contra Carlos Alberto Soares Capistrano, 59.

Ela foi assassinada na manhã de terça-feira (7) arremessada para fora de um carro em movimento e foi atingida com um tiro na cabeça. O marido de Ana Angélica atirou contra si. Ele sobreviveu e está hospitalizado no Instituto Doutor José Frota, no Centro de Fortaleza.

A Polícia Civil do Ceará informou que após o boletim, Ana Angélica não retornou no prazo legal para dar prosseguimento aos trabalhos policiais, o que impediu que a investigação fosse continuada e ela beneficiada com medida protetiva.

Conforme a Secretaria da Segurança, um revólver calibre 38 e uma tesoura que estavam no interior do veículo do casal foram apreendidos.

Autuado por feminicídio

Carlos Alberto foi preso em flagrante e autuado por feminicídio. As investigações apontam que o marido atirou contra a esposa enquanto o casal estava dentro do carro. Depois dos disparos, ele jogou o corpo dela para fora do automóvel, na Avenida Coronel Matos Doutorado e, em seguida, fugiu.

Equipes do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) abordaram o motorista na Rua Raimundo Arruda, no Bairro Parquelândia. No momento da abordagem, o homem tentou suicídio, e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na manhã desta quarta-feira (8), o IJF informou ao G1 que Carlos Alberto segue em atendimento na unidade. O estado de saúde dele não foi divulgado pelo IJF.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+