Costureira é assaltada e morta a golpes de martelo quando saía para trabalhar em Maranguape, na Grande Fortaleza

Claudiana Teixeira foi assaltada e morta na madrugada desta segunda-feira (3) — Foto: Arquivo pessoal

Crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (3), no município de Maranguape; pelo menos quatro pessoas já foram capturadas suspeitas de praticar o crime.

Uma costureira de 35 anos foi assaltada e morta com golpes de martelo quando saía para trabalhar na madrugada desta segunda-feira (3), no Bairro Outra Banda, em Maranguape, na Grande Fortaleza. O corpo da vítima foi encontrado despido em um prédio abandonado. Um dos principais suspeitos do crime, que é vizinho da mulher, foi capturado, segundo a polícia.

De acordo com o delegado Jurandir Braga Nunes, Claudiana Teixeira saía para trabalhar por volta de 4h30 da manhã, quando foi abordada pelo suspeito que anunciou o assalto e levou um aparelho celular. A polícia investiga se o assassino resolveu matá-la após a mulher tê-lo reconhecido, uma vez que ele mora em uma vila, que fica do lado da casa onde ela morava com a filha e por esse motivo, a polícia suspeita que ele tenha resolvido matá-la a marteladas.

Segundo o delegado, Francisco Renan Moreira Silva, de 18 anos foi preso suspeito do crime e levado para a Delegacia Metropolitana de Maranguape. Outras três pessoas foram capturadas, sendo dois adultos e um adolescente.

Ainda segundo o delegado, o trio é suspeito de tentar matar Renan, para vingar a morte da costureira. Eles foram autuados pelo crime de tortura, além de corrupção de menores. Renan já tinha passagens pela polícia quando era menor. Ele responde por homicídio culposo, tráfico de drogas e roubo e agora foi autuado em flagrante por homicídio doloso.

A Polícia Civil investiga se a mulher também foi vítima de abuso sexual, pois o corpo dela foi encontrado despido junto à roupa que ela usava na noite em que foi assassinada.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+