Fortaleza deve ter chuvas pela madrugada e início da manhã neste fim de semana

Fortaleza deve receber chuvas neste fim de semana. — Foto: SVM

No interior, a previsão da Funceme é de precipitações no Litoral Norte e nas Regiões da Ibiapaba e Cariri.

A previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) para o fim de semana em Fortaleza é de possibilidade de chuvas, que devem ser concentradas na madrugada e início da manhã. No decorrer dos dias, o tempo ficará ensolarado.

Já no interior do Ceará, segundo Meiry Sakamoto, meteorologista da Funceme, deve chover de forma mais significativa nas áreas do Litoral Norte, na Região da serra da Ibiapaba e no Cariri. Todos esses locais "têm chances dos volumes acumulados serem bons neste fim de semana”, afirmou.

Mudanças repentinas no clima

O clima em Fortaleza nos últimos dias tem apresentado mudanças repentinas, com chuvas no meio da manhã e da tarde, como também oscilação na sensação térmica. De acordo com a meteorologista, isso deve continuar por causa da umidade alta e dos ventos, que estão fracos.

“Isso deve continuar. Acontece porque a gente está tendo atmosfera, no momento, de umidade relativa muito alta. Isso faz com que qualquer instabilidade leve à formação dessas nuvens de chuva que a gente está percebendo e, ao mesmo tempo, essa umidade relativa alta e os ventos que estão mais fracos do que o normal acaba levando a essa sensação térmica de desconforto muito grande", explica.

"Umidade alta e pouco vento dá essa sensação de calor, de quase sufocamento mesmo, em alguns momentos. Então, isso ainda deve permanecer”, completou.




Chuvas no interior

Choveu em pelo menos 59 das 184 cidades do Ceará entre as 7h da quinta-feira (6) e a manhã desta sexta-feira (7), segundo balanço da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O maior acumulado foi registrado no município de Granja, na Região Norte do Estado com 40 milímetros. Choveu também em Uruoca (28 milímetros), Pires Ferreira (25,3 milímetros) e Quiterianópolis (22 milímetros). Os dados vão ser atualizados no decorrer do dia pelo órgão.

Situação dos principais açudes

Os maiores açudes do Ceará, no entanto, seguem em situação crítica. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, tem apenas 2,48% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 4,83% do volume máximo.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+