Ceará registra casos de policiais militares afastados das funções por causa do novo coronavírus

                                   Policiais militares foram afa — Foto: Reprodução / PMCE

Comando da PM ainda não divulgou o número de agentes afastados. Plano de combate ao Covid-19 dentro da corporação foi adotado desde o dia 17 de março.

O afastamento de policiais com sintomas relacionados ao novo coronavírus é uma realidade vivida na Polícia Militar do Ceará (PMCE). O Comando Geral da PMCE afirma que já há PMs de licença médica por apresentar problemas ligados a síndromes respiratórias. Até então, de acordo com o Comando, não há um levantamento de quantos militares se encontram nesta condição.

Ceará tem 382 casos confirmados de Covid-19

Governador Camilo Santana anuncia pacote de apoio a empresas do Ceará

O comandante-geral da PMCE, coronel Alexandre Ávila, garante que apesar das licenças, "não há comprometimento de policiamento no Ceará". Ainda segundo o coronel, todos os casos vêm sendo acompanhados pela Coordenadoria de Saúde e Assistência Social e Religiosa da PMCE.

Plano de combate

Há três dias. a Promotoria de Justiça Militar e Controle Externo da Atividade Policial Militar do Ministério Público do Ceará (MPCE) recomendou ao comando da PMCE que fosse apresentado um plano de combate ao novo coronavírus no âmbito da instituição. Consta no documento que a recomendação é feita para garantir a saúde dos profissionais, das famílias deles e evitar uma possível redução do efetivo operacional durante a pandemia.

O titular da Promotoria da Justiça Militar, Sebastião Brasilino de Freitas, afirma que a recomendação do MPCE veio após o órgão receber reclamações pontuais por parte de militares que não se sentiam devidamente protegidos em meio à disseminação do Covid-19.

A orientação ainda inclui a necessidade do Comando em avaliar a concessão de dispensar e afastar dos serviços militares estaduais, principalmente aos que pertencem ao quadro de saúde da corporação.

Alexandre Ávila pontua que desde o dia 17 de março a Polícia Militar do Ceará adotou um plano de contingência. O coronel garante que os policiais estão recebendo as devidas orientações e que o plano vem sendo cumprido.

"Primeiro, estão sendo distribuídos material de proteção aos PMs da Capital. Aguardamos chegar mais material, como máscara e luvas. A higienização das viaturas já era uma coisa feita rotineiramente. Já percebemos menor movimentação nas ruas, mas ainda há aglomerações na área da periferia. O atestado não está sendo exigido e vem sendo feito um acompanhamento do policial à distância, sendo sempre verificado o estado de saúde deste servidor", disse o comandante-geral da PMCE.

Situação no Ceará

O número de casos de novo coronavírus no Ceará é de 382, de acordo com o governador Camilo Santana. Até a segunda-feira, cinco pessoas haviam morrido em decorrência da doença.

O informe epidemiológico da Secretaria da Saúde desta segunda-feira registrou 353 casos do total em Fortaleza. Outros 11 municípios cearenses também já contabilizam detectados com a doença. São eles: Aquiraz (14), Beberibe (1), Caucaia (1), Fortim (1), Itaitinga (1), Juazeiro do Norte (1), Maracanaú (1), Maranguape (1), Mauriti (1), Quixadá (2) e Sobral (5).

Até esta segunda-feira o Ceará conseguiu realizar 4.996 exames para a detecção da enfermidade. Destes, 2.698 não testaram positivo para o novo coronavírus. Outros 1.903 ainda aguardam o resultado, somando-se os testes realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (LACEN) e por laboratórios particulares.

Fonte: G1 Ceará
Compartilhar no G+