Cidades registram panelaços contra Bolsonaro durante e depois de pronunciamento

Imagem do presidente Jair Bolsonaro usando máscara é projetada em prédio de SP — Foto: Arquivo pessoal

Em São Paulo, Rio, Recife, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Fortaleza e outros municípios, pessoas bateram panelas pelo segundo dia seguido contra o presidente. Também houve, em número bem menor, manifestações a favor de Bolsonaro.

Pelo segundo dia seguido, cidades brasileiras registraram panelaços contra o presidente Jair Bolsonaro. Na noite desta quarta-feira (18), os protestos ocorreram durante e após pronunciamento no Palácio do Planalto sobre a pandemia do novo coronavírus. Houve também, em número bem menor, manifestações favoráveis ao presidente.

São Paulo, Rio, Recife, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Salvador, Porto Alegre, Natal, Florianópolis e Curitiba foram algumas das capitais que tiveram gritos de "fora, Bolsonaro!" a partir das 19h.

No pronunciamento, Bolsonaro disse que gostaria de demostrar "união e harmonia". Estavam ao seu lado o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e outros ministros. Bolsonaro e as demais autoridades voltaram a usar máscaras.

Em entrevista coletiva mais cedo nesta quarta, o presidente afirmou que o governo "está ganhando de goleada" e pediu que o trabalho do executivo e ele próprio sejam exaltados. Voltou ainda a defender sua participação nos atos de domingo (15), quando descumpriu a recomendação de monitoramento por coronavírus e cumprimentou apoiadores no Distrito Federal.

Durante as declarações do presidente, bairros do Rio registraram panelaços e gritos de "fora, Bolsonaro!" – foi uma repetição dos protestos ocorridos na véspera em cidades como São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Recife.

Nesta terça-feira (17), as manifestações ocorreram depois de o presidente falar, mais de uma vez, em "histeria" em relação ao novo coronavírus e de dizer que ações de governadores sobre isolamento prejudicam a economia.

Nesta quarta, Bolsonaro classificou os primeiros panelaçoes de "manifestação da democracia". Sobre os atos de 15 de março, afirmado: "Não convoquei ninguém". A declaração foi dada dias depois de ele ter dito, em Boa vista (RR): "Então, participem".


MANIFESTAÇÕES CONTRA BOLSONARO


São Paulo

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairros: Higienópolis, Butantã, Saúde, Bela Vista, Jardins, Moema, Santa Cecília, Pinheiros, Itaim Bibi e Vila Mariana


Rio de Janeiro

— às 14h50, panelaço contra Bolsonaro durante entrevista coletiva:

Bairros: Copacabana, Lagoa e Icaraí (em Niterói)

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairros: Andaraí, Barra da Tijuca, Botafogo, Cachambi, Catete, Copacabana, Flamengo, Humaitá, Ipanema, Jardim Botânico, Lagoa, Laranjeiras, Largo do Machado, Leblon, Leme, Méier, Pechincha, Santa Teresa, Vila Isabel, Vila Valqueire, Tijuca, Glória, Urca, São Conrado, Olaria, Engenho de Dentro, Grajaú e Lapa


Niterói

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairro: Icaraí e Santa Rosa


Belo Horizonte

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairro: Carmo, Sion, Floresta, Santa Tereza, Castelo, Serra, Centro, Funcionários, Jardim América, Santo Antônio, Cidade Nova, Silveira, Sagrada Família, Liberdade, Santa Efigênia, Santo Agostinho, Ouro Preto, Lourdes, Nova Cachoeirinha, União, Alto Caiçara, Coração Eucarístico, São Gabriel, Venda Nova, Gutierrez e Betânia


Recife

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairro: Boa Viagem. Espinheiro, Graças, Santo Amaro, Tamarineira e Derby


Fortaleza

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairros: Aldeota, Meireles, Cocó, Parque Manibura, Cambeba, São João do Tauape, Dionísio Torres, Papicu, Parque Dois Irmãos, Messejana, Centro, Passaré e Bairro de Fátima


Brasília

– às 19h, panelaço durante pronunciamento de Bolsonaro:

Bairros: Águas Claras, Asa Norte e Sudoeste


Salvador

– às 20h30, panelaço contra Bolsonaro:

Bairros: Federação, Costa Azul, Horto Bela Vista, Armação, Brotas, Acupe de Brotas, Vila Laura, Dois de Julho, Stiep, Imbuí, Centro, Pituba, Nazaré, Alphaville, Boa Viagem, Bonfim, Narandiba, Doron e Bosque da Lagoa


Curitiba

– por volta das 20h, panelaço contra Bolsonaro:

Bairros: Centro, Ahú, Água Verde, Ecoville, Bigorrilho, Cabral, Alto da Glória e Cristo Rei


Porto Alegre

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro:



Natal

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro:

Natal registra panelaço contra Bolsonaro


Florianópolis

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro:

Bairro: Abraão


Aracaju

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro:

Bairros: Jabotiana, Farolândia, Atalaia, Grageru e Treze de Julho


São José dos Campos (SP)

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro:


Vitória

– por volta das 20h30, panelaço contra Bolsonaro

Bairros: Jardim Camburi, Jardim da Penha, Santa Lúcia, Praia de Santa Helena, Centro, Mata da Praia, Enseada do Suá, Praia do Canto e Bento Ferreira


João Pessoa

– por volta das 20h, panelaço contra Bolsonaro

Bairros: Cabo Branco, Bancários, Jardim Cidade Universitária, Bairro dos Estados, Jardim luna, Manaíra, Altiplano, Jardim Oceania, Bessa, Expedicionários, Brisamar



Fonte: G1
Compartilhar no G+