Polícia Civil de Ipu modifica atendimento na delegacia após decreto de Estado de Emergência em Saúde


Como parte de uma série de medidas de contenção à proliferação do novo Coronavírus, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) limita, a partir desta terça-feira (17/03), o funcionamento presencial em todas suas delegacias pelo tempo que durar o Estado de Emergência em Saúde no Ceará.

O registro de Boletins Eletrônicos de Ocorrências (BOEs) de onze tipos de crimes, que antes podia ser feito de forma presencial em delegacias ou pela internet, agora deve acontecer de forma exclusiva pela Delegacia Eletrônica (Deletron). Em Ipu o delegado Dr. Rômulo Melo adota a portaria no sentido de evitar aglomerações no interior da Delegacia de Polícia Civil, como medida de prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19).




Delegacia Eletrônica (Deletron)

A Deletron, por meio de seu endereço virtual (www.delegaciaeletronica.ce.gov.br), oferece a toda população celeridade e comodidade para registro dos mais variados tipos de ocorrência, por meio desta ferramenta prática.

A delegacia atende a todo o Estado do Ceará e o usuário desta ferramenta pode registrar as seguintes tipificações criminais: acidente de trânsito sem vítimas, calúnia, dano, desaparecimento de pessoa, difamação, extravio de objetos e documentos, furto, injúria, roubo a pessoa (sem lesão corporal), roubo a residência e violação de domicílio. Até o fim do mês de março, novas tipificações criminais serão inseridas na Deletron.

Passo a Passo

No momento em que o usuário vai fazer seu Boletim Eletrônico de Ocorrência, é tudo muito rápido, prático e dura poucos minutos. Por meio do site da Deletron, basta escolher uma das opções de registro e seguir o passo a passo informado pelo sistema, que é autoexplicativo.

Como deve ser feito

1. Acesse o site da Delegacia Eletrônica;
2. Escolha a ocorrência que deve ser registrada;
3. Diga ao sistema se você é a própria vítima do fato, ou se é o noticiante, no caso de a vítima estar impossibilitada de registrar a ocorrência;
4. Siga as orientações do sistema. Tenha em mãos os números do RG e do CPF. É preciso fazer um breve relato da ocorrência;
5. A Delegacia Eletrônica enviará um e-mail com o número do protocolo. Nesse período, a Deletron confirmará as informações fornecidas;
6. Se as informações estiverem corretas, um novo e-mail será enviado com o Boletim de Ocorrência Eletrônico e uma senha de acesso;
7. Imprima e, após a assinatura, o BEO poderá ser usado como qualquer outro documento.

Para que o processo do seu BEO seja finalizado com sucesso, é necessário que o usuário tenha atenção no preenchimento de todos os campos de numeração de documentos como RG, CPF e e-mail, principalmente.

Uma vez que todo o processo é encerrado com sucesso, uma senha e número do protocolo são gerados para garantir o acesso online. Caso seja reprovado, é gerado um novo protocolo em virtude da segurança digital, então o usuário refaz o BOE, corrigindo as informações divergentes.

Fonte: Ipu Notícias
Compartilhar no G+