Três primeiros casos de coronavírus no Ceará são confirmados pela Secretaria da Saúde


A confirmação foi feita na noite deste domingo pela Secretaria de Saúde do Ceará. Os dados ainda não foram confirmados oficialmente pelo Ministério da Saúde.

Três pessoas foram confirmadas pela primeira vez com a Covid-19 – doença causada pelo coronavírus – no Ceará, segundo boletim divulgado na noite deste domingo (15) pela Secretaria da Saúde do Estado.

Os pacientes são pessoas que viajaram para o exterior nos últimos dias e tiveram a doença confirmada em diagnóstico realizado na volta ao Brasil.

No novo balanço do Ministério da Saúde, divulgado neste domingo (15), o Brasil tinha 200 casos confirmados da doença. Além disso, 1.913 casos são suspeitos e 1.486 foram descartados.

Os três casos confirmados pela Secretaria da Saúde do Ceará ainda não constam no balanço oficial do Ministério da Saúde.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará, os pacientes têm quadro clínico estável e não estão em estado grave. Dois deles estão internados em um hospital particular em Fortaleza e outro, em isolamento domiciliar.

Além dos três casos confirmados, há 84 notificações por suspeita da doença, conforme boletim divulgado neste domingo pela pasta estadual.

Casos no país

Além dos casos confirmados no Ceará, o Ministério da Saúde registra 200 casos em todo o país, conforme boletim divulgado neste domingo.

São Paulo é o estado com o maior número de casos confirmados, com 136. Isso representa 68% de todos os casos no país. O Rio de Janeiro é o segundo estado com mais casos, com 24.

Dicas de Prevenção

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar; 
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal; 
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; 
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal; 
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado; 
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool; 
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente; 
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

Fonte: G1
Compartilhar no G+