Ceará ultrapassa os 7 mil casos confirmados de Covid-19 nesta quarta e registra 422 mortes


Os dados foram atualizados pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) às 9h35 desta quarta-feira (29).

O Ceará ultrapassou a marca dos 7 mil casos confirmados de Covid-19, com o registro de 7.029 diagnósticos positivos para a doença. O estado também já soma 422 óbitos em decorrência do novo coronavírus (SARS-CoV-2), conforme a plataforma IntegraSUS, atualizada às 9h35 desta quarta-feira (29).

Fortaleza continua sendo o epicentro da doença no estado, com 5.511 casos e 334 mortes. No fim da tarde do último domingo (26), a capital cearense registrava 4.991 diagnósticos positivos para a doença e, nesta segunda-feira (27), ultrapassou o patamar dos 5 mil.

Os números fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detectar a presença dos vírus, o que não corresponde necessariamente à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Outras informações atualizadas da plataforma:

  • São 19.420 casos suspeitos; 
  • 23.561 testes realizados; 
  • A taxa de letalidade da doença no CE é de 6%; 
  • 139 cidades têm casos de Covid-19

Seis postos para atender pacientes com suspeita de Covid-19

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou nesta terça-feira (28) que seis postos de saúde farão triagem de pacientes com suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Para tentar desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), os seis postos de saúde começam a atuar nesta quinta-feira (30) como referências para casos suspeitos da infecção.

O objetivo é que mais pessoas, principalmente com sintomas leves, procurem os postos de saúde. "Vamos ampliar as portas de entrada para identificar casos com potencial de internação precocemente e encaminhá-los para as unidades adequadas", explicou.


Mortes nos bairros de Fortaleza

Fortaleza registra mortes por Covid-19 em 90 dos 121 bairros da capital, segundo o boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta segunda-feira (27). No último informe, divulgado em 22 de abril, constava óbitos em 79 bairros.

Os bairros Barra do Ceará e Vicente Pinzón continuam entre as regiões com maior número de mortes pela doença, com 15 e 12 óbitos respectivamente.

Casos diminuem na área nobre

Todos os bairros da capital cearense já possuem moradores infectados pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). A análise, no entanto, observa que há uma significativa diminuição de casos registrados na região de maior concentração inicial da doença, os bairros de maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Regional II e a tendência de deslocamento para áreas de maior vulnerabilidade social, como o Grande Vicente Pinzón e o Cais do Porto, na área leste, e o Grande Pirambu e Barra do Ceará, na área oeste.

Equipamentos para três meses




O Ceará recebeu neste domingo (26) uma carga de 90 toneladas de insumos hospitalares vinda da China, com uma quantidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPIS) suficiente para suprir a demanda para profissionais da Saúde pelos próximos três meses no estado, segundo o secretário da Saúde Carlos Roberto Rodrigues Martins Sobrinho, o Dr. Cabeto. O gestor da pasta estadual afirmou ainda que 40% desse material vão para municípios do interior e 60% devem ficar na capital cearense.

O material, que inclui testes rápidos para detectar Covid-19, começa a ser distribuído nesta segunda-feira (27), levando-se em conta as cidade com maior número de casos e a densidade populacional. Dr. Cabeto informou ainda que aguarda confirmação da China para a entrega de 200 respiradores até o próximo dia 4 de maio em Fortaleza.

Fonte: G1
Compartilhar no G+