Enfermeiro mata a namorada médica e justifica: "Me passou coronavírus"

                                          Antonio e Lorena (Foto: Reprodução/Facebook)

Antonio De Pace ainda tentou tirar sua própria vida em um crime que aconteceu na Itália

O enfermeiro Antonio De Pace, de 28 anos, assumiu ter matado a própria namorada, a médica recém-formada, Lorena Quaranta, de 27, na Itália. De acordo com uma publicação do Daily Mail, o crime aconteceu em um apartamento e o homem ligou para as autoridades logo na sequência.

Ele ainda tentou se suicidar cortando os pulsos, no entanto, foi socorrido e, ainda atordoado, confessou ter matado a namorada. O crime aconteceu na região de Furci Siculo, que fica na maior ilha do mediterrâneo, na Sicília.

Fonte: G1 Marie Claire
Compartilhar no G+