Filas em lotéricas e bancos de Fortaleza terão marcação para evitar contato próximo, anuncia prefeito


Roberto Cláudio também antecipou em 15 dias a entrega de leitos extras em cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) geridas pelo município.

Durante transmissão ao vivo na noite desta terça-feira (31), o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) anunciou que as principais agências bancárias e lotéricas da capital cearense receberão marcações pintadas em cal no chão para organizar as filas sem contato próximo entre as pessoas, para evitar a eventual transmissão do novo coronavírus.

A medida será posta em prática pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, tendo em vista o período do mês em que há mais procura por tais estabelecimentos, em decorrência da liberação de salários e benefícios.

Roberto Cláudio reiterou que as agências só devem ser procuradas se as pessoas sentirem necessidade. "Se não houver necessidade, é importante que não haja pressa ou acúmulo de gente nesses primeiros dias do mês pra evitar grandes aglomerações", pontua.

Antecipação das UPAs

O gestor anunciou ainda a antecipação da ampliação de cinco das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) geridas pelo município. Anteriormente a previsão era de que elas seriam entregues até o dia 30 de abril. Agora, os novos leitos devem ficar prontos até o dia 15.

"Serão 140 leitos a mais, o que vai aumentar nossa capacidade de atendimento, de resolução em relação ao COVID 19, mas também às outras viroses tão frequentes e que demandam tanto atendimento nas UPAs essa época do ano".

Os equipamentos contemplados são:

  • UPA do Dendê, no Bairro Edson Queiroz (20 leitos) 
  • UPA do Bom Jardim (20 leitos) 
  • UPA do Vila Velha (20 leitos) 
  • UPA do Jangurussu (40 leitos) 
  • UPA do Itaperi (40 leitos)

Fim da quarentena

Diagnosticado como portador do novo coronavírus, mesmo sem sentir sintomas, Roberto Cláudio colocou ainda que o período de quarentena vai terminar na quinta-feira (2). Dessa forma, na sexta-feira (3), ele estará nas obras do hospital de campanha montado no Estádio Presidente Vargas (Benfica), que deverá ser entregue em 20 de abril.

"Estamos correndo em paralelo com a aquisição de equipamentos, máquinas, insumos e contratação de pessoal. Mais de 500 profissionais da saúde irão trabalhar no hospital de emergência Presidente Vargas", pontuou.

Fonte: G1
Compartilhar no G+