Suspeito de mandar matar mulher, tenente da reserva fica no hospital como acompanhante da vítima e é preso no CE


A vítima sobreviveu e segue internada

Um tenente da reserva remunerada da Polícia Militar do Ceará foi preso suspeito de ter mandado matar a mulher, em Baturité, no Ceará, nesta quarta-feira (29). A mulher sobreviveu e segue internada no Instituto Doutor José Forta (IJF), em Fortaleza. O tenente, de 53 anos, foi preso na unidade de saúde, onde acompanhava a vítima, segundo a Secretaria da Segurança Pública do Ceará

A vítima foi atingida por tiros enquanto estava em uma motoneta, no Centro do município, na última segunda-feira (27). O executor do crime, contratado pelo companheiro da vítima, foi capturado no mesmo dia.

As investigações realizadas pela Delegacia Regional de Baturité apontam que a motivação do crime foi a desconfiança do tenente de que a mulher tivesse mantendo um relacionamento extraconjugal.

O primeiro suspeito preso e executor do crime foi identificado como Jorge Régis Felipe dos Santos, 26 anos. Segundo a secretaria, ele tem antecedentes criminais por receptação, crime de trânsito e uso de entorpecentes.

Felipe dos Santos foi preso em casa, em Baturité. A polícia apreendeu valores em espécie que foram pagos pelo mandante ao suspeito.

A identidade do tenente da reserva não foi divulgada pela polícia para preservar a vítima da tentativa de feminicídio, informou a polícia.

Os dois presos foram autuados em flagrante na Delegacia Regional da cidade. Investigações sobre o caso vão ter continuidade no intuito de identificar outras pessoas envolvidas no crime.

Fonte: G1
Compartilhar no G+